Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Del Potro agradece torcida após derrota: “o carinho vale tanto quanto a taça”

Argentino superou três cirurgias no punho e chegou à final do Aberto dos Estados Unidos nove anos depois do título de 2009

Nicolás Alejandro Bianchi Sica
Colaborador do Torcedores

Não foi desta vez que Juan Martín Del Potro conquistou seu segundo título de Grand Slam. O tenista nascido em Tandil foi derrotado na decisão do Aberto dos Estados Unidos por 3 sets a 0 por Novak Djokovic, com parciais de 6/3, 7/6 e 6/3. Foi a segunda final da carreira do argentino nos maiores torneios do circuito da ATP, ambos nos Estados Unidos.

Veja a análise da partida

Após a derrota, Del Potro, que chegou a cogitar não disputar o torneio por conta de dores no punho esquerdo, lembrou dos duros momentos vividos pelas contusões e disse estar orgulhoso da sua campanha nas quadras norte-americanas:

“Nunca me dei por vencido nos momentos mais difíceis da minha vida. Lutei contra minhas contusões e voltar à final após nove anos é incrível. Estou orgulhoso do que foi feito ao longo dessas duas semanas, depois de ter me recuperado dos problemas no punho”, afirmou o tenista nascido em Tandil.

Na sequência, agradeceu à torcida, especialmente aos argentinos:

“Quero agradecer a todos pela torcida, em especial ao meu box e aos meus amigos, e a todos os que me acompanharam desde a Argentina, pude sentir a energia de todos”, disse o vice-campeão visivelmente emocionado.

DEL POTRO PARABENIZOU “AMIGO DJOKOVIC”

Apesar da tristeza pela derrota, o argentino reconheceu o esforço de Djokovic, a quem considera um dos seus amigos no circuito:

“Se tem um jogador que eu queria ver vencer era ele. Estou triste pela derrota mas feliz por vê-lo ganhar, um dos meus amigos no circuito”, disse com voz entrecortada o argentino.

O argentino, que quase abandonou a carreira por conta de seguidas contusões no punho esquerdo, conquistou o carinho da torcida local e contou com um barulhento grupo de compatriotas que transformaram o estádio Arthur Ashe praticamente no famoso La Bombonera, campo do Boca Juniors, clube do coração de Del Potro. Esse apoio foi muito comemorado pelo tenista argentino:

“O carinho das pessoas vale tanto quanto a taça. Essa taça eu já tenho e vai para vocês. Hoje levo comigo o amor de todos vocês”, finalizou o ovacionado Del Potro.

ARGENTINO PERDERÁ TERCEIRO LUGAR NO RANKING APÓS DERROTA

A derrota na final do Aberto dos Estados Unidos custará ao argentino a terceira posição do ranking da ATP. Mesmo tendo avançado uma rodada a mais do que na temporada anterior e tendo somado pontos no ranking, Del Potro será superado pelo sérvio Novak Djokovic, quem chegou a Nova York sem pontos a defender e saiu com 2000 pontos que o aproximam de Roger Federer na segunda posição do circuito mundial de tênis.

Créditos imagem: Clarin Deportes