Futebol

Diego fala sobre homenagem a Juan e destaca eficiência ofensiva do Flamengo contra Chape

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Twitter

O Flamengo venceu a Chapecoense por 2 a 0 na noite deste sábado (08) no Maracanã. Renê e Diego, de pênalti, marcaram os gols do triunfo rubro-negro.

Autor do segundo gol, Diego marcou o quinto gol no Brasileirão. Na saída de campo após a partida, em entrevista ao canal Premiere, o camisa 10 comentou sua comemoração. Ele homenageou o companheiro Juan, que rompeu o tendão de Aquiles e passará por cirurgia.

“Graças a Deus fiz o gol. Fui premiado, poder fazer um gol justamente hoje, para poder homenagear esse grande ídolo que nós temos que é o Juan, que continuará sendo importante de alguma forma, como ele sempre foi. Então desejar tudo de bom e que se recupere o quanto antes”.

O Flamengo terminou a partida com 62% de posse de bola. No entanto, só no segundo tempo a equipe conseguiu ser mais efetiva de ataque. Questionado se esse é o caminho, pensando na partida contra o Corinthians pela Copa do Brasil, Diego disse:

“Sem dúvida, acho que é isso, efetividade, alternativas, isso ajuda muito, então fizemos um bom jogo. Dois gols é sempre importante, você transformar esse bom jogo em eficiência, em gols. Nós conseguimos e estão todos de parabéns”.

O Flamengo voltou a vencer no Brasileirão após três jogos. Agora com 44 pontos, assumiu a terceira colocação. Ainda pode voltar a perder uma posição, caso o Palmeiras vença o clássico contra o Corinthians.

Na quarta-feira (12), o Fla enfrenta o Timão pela ida das semifinais da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, joga no sábado (15) diante do Vasco no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Ficha técnica: Flamengo x Chapecoense

Data: 08 de setembro de 2018 (sábado)
Local: Maracanã (Rio de Janeiro, RJ)
Arbitragem: Leandro Bizzio Marinho, auxiliado por Daniel Luis Marques e Daniel Paulo Ziolli (trio de SP)

Flamengo: Diego Alves; Pará (Rodinei), Réver, Léo Duarte e Renê; Piris da Motta, Willian Arão, Éverton Ribeiro (Marlos), Diego e Vitinho; Uribe (Berrío).
Técnico: Mauricio Barbieri

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Amaral (Barreto), Márcio Araújo (Diego Torres), Canteros e Capixaba (Marquinhos); Bruno Silva e Leandro Pereira.
Técnico: Guto Ferreira

Gols: Renê (43’/1º) e Diego (11’/2º)

VEJA TAMBÉM:

SÃO PAULO VENCE O BAHIA NO MORUMBI E REASSUME A LIDERANÇA DO BRASILEIRÃO