Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Djokovic vence Del Potro em três sets e é tri do Aberto dos Estados Unidos

Sérvio conquista segundo Grand Slam da temporada e recupera terceiro lugar no ranking da ATP

Nicolás Alejandro Bianchi Sica
Colaborador do Torcedores

Novak Djokovic é o novo campeão do Aberto dos Estados Unidos de tênis. O sérvio derrotou o argentino Juan Martín Del Potro em três sets, com parciais de 6/3, 7/6 e 6/3 em pouco mais de três horas de jogo. É a terceira conquista do tenista nascido em Belgrado na competição.

CONSISTÊNCIA NA DEVOLUÇÃO É A CHAVE DA VITÓRIA DE DJOKOVIC

Ao longo da sua trajetória, a devolução sempre foi um dos pontos altos do jogo de Novak Djokovic. Na decisão deste domingo, isso não foi diferente. O sérvio pressionou Del Potro em todos os seus games de saque. Com devoluções precisas, Djokovic impediu os fortíssimos ataques com seu forehand do argentino, minando a confiança do tenista nascido em Tandil. Assim, quebrou o saque do seu adversário em três oportunidades, uma vez em cada set, e encaminhou a vitória.

ERROS NÃO FORÇADOS FORAM O DIFERENCIAL PARA TÍTULO DO SÉRVIO

Num jogo equilibrado, aquele que errar menos sempre leva a melhor. E nos momentos decisivos, Djokovic errou menos do que seu adversário. No primeiro set, Del Potro abria seu quarto game de saque com um tranquilo 40/0, mas dois erros não forçados devolveram Djokovic ao jogo. Na sequência, três excelentes bolas do sérvio para quebrar o saque do argentino e encaminhar a vitória na primeira parcial.

No segundo set, uma quebra para cada lado levaram o jogo ao tie break. Após Del Potro abrir 4 a 3, o sérvio se recuperou, fez quatro pontos consecutivos e levou também a segunda parcial.

No set final, Djokovic se defendeu com maestria, aproveitou mais um erro não forçado do argentino e quebrou o seu saque logo no segundo game de serviço de Del Potro. Mesmo após ser quebrado dois games depois, devolveu a quebra na sequência e depois sacou para fechar o jogo em 6/3 e três sets a zero.

Ao todo, o argentino teve 11 erros não forçados a mais do que o sérvio, especialmente em pontos decisivos. A regularidade foi o ponto alto do jogo de Djokovic na sua conquista do Aberto dos Estados Unidos.

DJOKOVIC CONQUISTA SEGUNDO GRAND SLAM DA TEMPORADA E RECUPERA A TERCEIRA POSIÇÃO DO RANKING DA ATP

Após ter ficado de fora de boa parte da temporada 2017 por conta de uma lesão no ombro, Djokovic voltou às quadras no início de 2018 sem obter grandes resultados. Sem sucesso com treinadores de renome como André Ágassi, o sérvio apostou na velha parceria com Marian Vajda, e o sucesso foi enorme. Venceu Wimbledon e o Aberto dos Estados Unidos na sequência. Com dois títulos em quatro Grand Slam nesta temporada, Djokovic recupera o terceiro lugar no ranking da ATP. Sem pontos para defender até o final da temporada, e com Nadal fora das quadras por conta de uma contusão no joelho, o sérvio sonha em recuperar o posto de número um do mundo do tênis mundial.

SÉRVIO EMPATA COM PETE SAMPRAS EM NÚMERO DE GRAND SLAM NA CARREIRA

Com a vitória em Nova York, Djokovic conquista seu 14º título de Grand Slam na carreira, empatando com Pete Sampras como o terceiro tenista com mais conquistas nos maiores torneios do tênis mundial. A liderança é de Roger Federer com 20 conquistas, seguido por Rafael Nadal com 17.