USADA suspende Fabrício Werdum por dois anos por uso de doping

Fabrício Werdum pegou um gancho pesado da Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA). A entidade, que regula o controle antidoping do UFC, anunciou que o brasileiro levou dois anos de suspensão por ter sido pego em exame realizado em abril por substância proibida.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook UFC Brasil

No teste, o brasileiro foi pego com trembolona e o metabólito desta substância (epitrembolona) em seu organismo, A substância é um esteroide anabolizante e está na lista de materiais proibidos de serem usados por lutadores do UFC em qualquer circunstância.

Desde o anúncio do resultado, o brasileiro esteve suspenso preventivamente. Apenas nesta terça-feira (11), a USADA anunciou a pena de Werdum, cuja punição vigora desde maio e só deve permitir ao lutador que volte a lutar em meados de 2020.

A última vez que o gaúcho lutou foi em março, quando acabou derrotado pelo russo Alexander Volkov. ‘Vai Cavalo’, ex-campeão dos pesos-pesados do Ultimate, enfrentaria Aleksei Oleinik no UFC Moscou, marcado para este final de semana. Mas o resultado do antidoping praticamente o retirou do evento.

Durante a carreira, Werdum conseguiu feitos históricos, como vencer Fedor Emelianenko em 2010, pelo extinto Strikeforce e encerrar uma série invicta do russo que vinha desde o Pride. E bateu Cain Velasquez para se tornar dono do cinturão dos pesados do UFC em 2015. Título este perdido no ano seguinte para Stipe Miocic.

LEIA MAIS

McGregor é processado por lutador; Entenda o motivo!

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook UFC Brasil)