Fê Garay comemora boa atuação no Mundial, mas projeta evolução: “estou distante do meu nível”

Maior pontuadora do Brasil no último sábado (29), contra Porto Rico, pela estreia do Mundial de Vôlei, Fê Garay falou sobre seu retorno à seleção brasileira, após ficar afastada do time verde e amarelo desde os Jogos Olímpicos do Rio de 2016.

Gabriela Maruyama
Jornalista, assessora de imprensa e pós-graduada em Jornalismo Esportivo e Multimídias. Amante dos esportes desde sempre e apaixonada por futebol inglês. Contato: gamaruyama@gmail.com

Crédito: Twitter/Reprodução

Em entrevista ao GloboEsporte.com, a ponteira comemorou a boa atuação diante das porto-riquenhas, mas disse que ainda não se sente 100%.

“Eu fico feliz de estrear dessa forma, com vitória. Fico surpresa mesmo por ter sido um dos destaques. Sinto que eu ainda estou distante do meu nível, do meu padrão, do que eu espero. Até porque, neste momento, o foco principal é que eu consiga evoluir. Não só eu, mas o grupo inteiro. Entrosar mais, ganhar confiança, ritmo, volume de jogo. Isso, para gente, é muito importante. Sem relaxar agora, mas mirando lá na frente”, declarou ela.

“O meu maior desafio era eu estar bem em tão pouco tempo. Esse continua sendo meu maior desafio. Continuar crescendo para estar o melhor possível nas fases finais”, completou.

LEIA MAIS
Polônia supera os EUA e reedita final do Mundial de Vôlei contra o Brasil