Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Na véspera do Gre-Nal, Léo Moura destaca rivalidade, mas lembra: “vale três pontos iguais”

O Grêmio se prepara para o Gre-Nal 417. Na manhã deste sábado (08), véspera do clássico, realizou treino no CT Presidente Luiz Carvalho. Apenas parte da atividade foi aberta à imprensa. Após, o lateral-direito Léo Moura concedeu entrevista coletiva.

Gabriel Girardon
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: LUCAS UEBEL/GRÊMIO

Questionado sobre a dimensão do clássico Gre-Nal, somado à liderança do Internacional no Brasileirão, Léo Moura demonstrou tranquilidade: “a rivalidade é a mesma, a gente sabe que é grande aqui no Rio Grande do Sul, mas temos que por na cabeça que vale três pontos iguais. Então a gente quer essa vitória, até para encostar mais no líder do campeonato, que no momento é o Inter”.

Destacando que a partida será ‘um grande espetáculo’, Léo respondeu a questão do duelo entre as duas melhores defesas do Brasileirão. O Grêmio sofreu apenas 11 gols, e o Inter, 13. Além disso, o líder foi vazado em apenas três das dez partidas que fez no Beira-Rio.

“A gente analisou vídeos, e sabe que vamos ter dificuldade porque eles marcam bem. A gente vai ter que movimentar bastante para criar os espaços para que possa aproveitar. Então é dessa forma que a gente vai jogar para cima do Inter, explorando os espaços para a gente tenha sucesso”.

O Grêmio terá, certamente, dois desfalques para o clássico: Everton e Kannemann, servindo as seleções brasileira e argentina. Poderá ter o retorno de Maicon, que foi visto apenas correndo ao redor do gramado no treino desta manhã. Sobre o fator mando de campo e as alterações na equipe, Léo Moura disse:

“Eu acredito que quando a bola rola a equipe que tiver mais foco e com mais concentração no jogo vai sair com a vitória. Então em clássicos assim é procurar ter erro zero, porque às vezes um detalhe você decide uma partida. Tem que estar ligado e independente de quem entra, de quem está jogando ou não está, não muda muito por ser um clássico”.

VEJA TAMBÉM:

NORTE-AMERICANO RECLAMA DE SIMULAÇÃO DE NEYMAR E QUESTIONA ÁRBITRO: “VOCÊ VIU A COPA?”