Osmar Loss pede paciência, mas diz entender vaia da torcida

No dia de seu aniversário de 108 anos, o Corinthians empatou por 1×1 com o Atlético-MG. O técnico Osmar Loss ouviu vaias da torcida pelo mal rendimento de sua equipe.

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Osmar Loss, técnico do Corinthians, durante partida contra o América-MG, válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2018.

Osmar Loss se mostrou compreensível quanto às vaias de torcedores após o empate deste sábado (1) contra o Atlético-MG. “É natural. Se os resultados não são aqueles que eles desejam, que eles fiquem insatisfeitos.”

Por outro lado, Loss destacou os desfalques do time para a partida em Itaquera, e pediu paciência. “Eu acho que tem que ter paciência, tem que entender. Hoje nós tivemos seis jogadores diferentes, mas eu entendo também o lado deles.”

O time não pode contar com sete titulares. Cássio, Henrique e Jadson foram poupados. Pedro Henrique se lesionou na última quarta-feira pela Libertadores. Douglas, Clayson e Fagner cumpriram suspensão. O último também se recupera de lesão.

Fala, Osmar Loss

Muitos torcedores reclamaram da postura defensiva do time em um jogo dentro de casa. O setor de meio de campo do Corinthians, não pode contar com Douglas e Jadson . Entraram Gabriel e Angelo Araos respectivamente. Em tese, uma formação com três volantes. Não para Osmar Loss.

O treinador foi incisivo ao afirmar a posição do chileno Araos dentro de campo. “Ele é um meia que chega na área, que finaliza e que pode ser usado como segundo volante, quando a gente quiser tornar o time muito ofensivo. Então não acho que o Araos seja um segundo volante, e sim um meia” , completou o treinador.

O Corinthians volta à campo na próxima quarta-feira (5), às 20hs, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão pega o Ceará, no Castelão.

 

LEIA MAIS

Corintianos se revoltam após empate do Timão e criam hashtag para pedir a saída de Osmar Loss

Corinthians x Atlético-MG: assista aos gols do duelo na Arena