Quatro jogadores do Cruzeiro que podem decidir o jogo contra o Palmeiras

 Atual campeão da Copa do Brasil e em busca do hexa, o Cruzeiro recebe o Palmeiras hoje, às 21h45 ( de Brasília) no Mineirão. Na partida de ida, no Allianz Parque, os mineiros venceram por 1 a 0, gol de Barcos.

Ivan Ruela
Colaborador do Torcedores

Crédito: Marcello Zambrana/Cruzeiro

Um empate é o suficiente para garantir a Raposa na final  do torneio. Em caso de derrota por um gol de diferença, por qualquer placar, a decisão será nos pênaltis. O Palmeiras precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar automaticamente.

O técnico Mano Menezes iniciou a semana com dois gigantescos problemas. Thiago Neves e Arrasceta, os dois maiores valores individuais da equipe, eram até então dúvida para o clássico desta noite. Embora aparentemente recuperado, o uruguaio deve começar no banco, enquanto que Thiago Neves deve começar jogando.

Edilson, suspenso pela expulsão no jogo de ida, está fora. Lucas Romero, deve começar em seu lugar.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Mano deve enviar esta formação para o Mineirão:

Fábio, Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique e  Lucas Silva; Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos

O Torcedores.com indica três craques celestes que podem decidir o jogão de hoje à noite:

Fábio- Em ótima fase, vem de uma outra grande partida— contra o Santos. Deve ser exigido, uma vez que o forte adversário precisa de gols para levar a decisão no mínimo para os pênaltis.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Dedé- Um monstro no jogo aéreo defensivo, também pode ser útil ao ataque, tanto na saída de bola, quanto em  bolas alçadas na área adversária.

Thiago Neves- Embora não esteja 100%, o meia tem talento e experiência suficientes para ser protagonista de um jogo deste nível. O camisa 30 é o artilheiro da equipe no ano, com 12 gols.

Robinho- Com onze assistências no ano, o jogador tem sido decisivo em grandes jogos como o de hoje. Com a presença de Romero ao seu lado, ele ganha um pouco mais de liberdade para criar.

 

Copa do Brasil: Confira o retrospecto do Cruzeiro quando venceu o primeiro jogo no mata a mata