ACELERA! Alemanha reconhece simuladores de corrida como um esporte legítimo

Nesta segunda-feira (22) a Alemanha decretou que os simuladores de corrida são considerados esportes legítimos. A decisão partiu do órgão governamental Deutsche Motor Sport Bund (DMSB), que regula corridas automobilísticas. De acordo com o DMSB, existe pouca diferença entre uma corrida simulada e uma da vida-real, justificando a legitimação.

Marcelo Faviere
Marcelo Faviere é formado em Comunicação Social: Jornalismo pela UAM. Fundador dos portais Insônia Pop (2012 a 2015) e Excêntrico Psicopata (2015 a 2016). Analista tático do Futebol na Veia (2016) e SCCP Scouts (2018). Entrou para a equipe de colaboradores do Torcedores em fevereiro de 2018, onde escrevia artigos, notícias e produzia entrevistas com personagens do cenário gamer e de e-Sports (esportes eletrônicos) no Brasil e no mundo. Saiu em dezembro do mesmo ano para adentrar o mundo corporativo. Neste meio tempo participou da equipe de colunistas do site de automobilismo Boletim do Paddock (2018). Atualmente está de volta ao Torcedores.com, onde começou a sua carreira de jornalista de games.

Crédito: Reprodução: Gaming-Grounds

Com títulos de corrida como iRacing e Asseto Corsa impulsionando o realismo das provas simuladas, a simulação está chegando ao ponto em que as linhas entre o mundo real e o mundo digital se misturam cada vez mais.

O membro da direção da DMSB, Dr. Gerd Ennser, disse: “Não há mais nenhum esporte em que a realidade e a simulação digital estejam tão próximos como no automobilismo. A apresentação das pistas e as opções de configuração dos carros são tão realistas que muitos entusiastas de esportes a motor já usam simuladores como treino e preparação para, por exemplo, pistas desconhecidas. Agora vamos dar o próximo passo.

No entanto, a organização ressalta que não está falando de quem usa um volante e um pedal para jogar, mas sim de quem leva isso a sério e, além de possuir uma estrutura completa (cockpit e equipamento), tem habilidades que se traduziriam sem grandes problemas nas pistas reais.

Pilotos de F1 fãs no mundo virtual

Alguns pilotos da Formula 1 são fãs dos simuladores e de corridas virtuais, como Max Verstappen, o tetracampeão mundial Lewis Hamilton e o bicampeão Fernando Alonso. Atualmente o espanhol é chefe de equipe da McLaren no campeonato oficial ‘virtual’ de F1 da Codemasters – onde foi consultado para a elaboração do game. 

A paixão pelos eSports foi tanta que recentemente Alonso lançou sua própria equipe, voltada para o automobilismo virtual. Confira abaixo uma galeria de pilotos da F1 que praticam o ‘esporte’:

Entre os brasileiros Rubens Barrichello pode ser o mais apaixonado pelas corridas virtuais, sendo um quase “embaixador não-oficial” destas no Brasil, chegando ao fato de ter construído três cockpits/simuladores em sua casa: um para ele, e outros dois para os filhos – Dudu (piloto na F-4 americana) e Fernando (que já inicia no automobilismo real).

À medida que o automobilismo virtual se torna mais popular entre os fãs de corridas, ser legitimado pela Associação Alemã de Automobilismo (DMSB) certamente abrirá novas oportunidades.

Marcelo Faviere é um entusiasta de games, esportes e comunicação. Você pode segui-lo em @favieremark!

E aí, você acha que uma corrida virtual pode ser tratada como um esporte? Diga pra gente nos comentários abaixo!

LEIA MAIS

PLAYSTATION 5: DUAS ESPECIFICAÇÕES CHAVE DO CONSOLE CONFIRMADAS!

BRAZIL GAME AWARDS ELEGERÁ OS MELHORES GAMES DE 2018; CONFIRA OS DETALHES DA PREMIAÇÃO

TORCEDORES.COM FARÁ PARTE DO BRAZIL GAME AWARDS