Torcedores – Notícias Esportivas

Botafogo envia nota à CBF contra erro de arbitragem contra o Bahia

O Botafogo é mais um time a se voltar contra a arbitragem do futebol brasileiro. Nesta terça-feira (23), o Glorioso enviou uma representação à CBF para criticar a atuação de Anderson Daronco e da equipe de arbitragem na derrota para o Bahia, na última rodada do Brasileirão.

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites), prestando serviços para sites como Federação Paulista de Futebol, Chico Lang, 10dofutebol, Milton Neves, Rádio Capital e outros,

Crédito: Reprodução/Youtube

No ofício, a diretoria botafoguense reclama do gol do Tricolor na partida. As imagens do lance indicariam que houve impedimento na jogada do gol do Bahia e, que por isto, deveria ser invalidado pela arbitragem. O que não aconteceu no lance.

Os botafoguenses citam que clube vem sendo ‘sistematicamente prejudicado’ durante o campeonato e que tais erros causariam prejuízos ao clube. afirmou querer ‘medidas definitivas’ da entidade para evitar novos erros nas próximas partidas do Brasileirão.

Confira a representação do Botafogo à CBF contra erros de arbitragem (retirada do site oficial do clube)

Diante de mais um erro grosseiro de arbitragem praticado contra o BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS (“BOTAFOGO” ou “Clube”) no Campeonato Brasileiro de 2018, dessa vez na partida disputada contra o EC BAHIA no dia 20/10, no Estádio Nilton Santos, solicitamos medidas definitivas da CBF para que as últimas rodadas da competição possam ser realizadas sem a interferência negativa dos árbitros, possibilitando que o resultado final alcançado nos jogos não esteja em desacordo com as regras do futebol.

A arbitragem designada para a referida partida entre BOTAFOGO x BAHIA, liderada pelo Sr. Anderson Daronco, influenciou diretamente na derrota do Clube, ao validar um gol ilegítimo da equipe do BAHIA, em notório impedimento que não foi assinalado, conforme demonstrado no seguinte link:

https://www.youtube.com/watch?v=JOonygi5emQ 

O BOTAFOGO vem sendo sistematicamente lesado pela arbitragem durante a disputa do Campeonato Brasileiro de 2018, em razão de diversos equívocos praticados reiteradamente contra o Clube. Tais fatos acarretaram em severos prejuízos não apenas na esfera desportiva, na medida em que contribuiu para a atual posição do BOTAFOGO na tabela da competição, como também abrange aspectos comerciais e financeiros do Clube, considerando o desgaste de sua marca e as consequências econômicas advindas de tais situações. Não foram erros pontuais, e sim reiterados, que fulminaram as aspirações do BOTAFOGO no Campeonato Brasileiro de 2018, causando revolta e indignação aos torcedores do Clube.

Cabe salientar que os equívocos nos jogos do BOTAFOGO no Campeonato Brasileiro de 2018 foram devidamente registrados e encaminhados à Comissão de Arbitragem da CBF, conforme os ofícios que seguem anexados ao presente.

Não há planejamento e trabalho que resista a tamanho acúmulo de erros contra uma agremiação. Nesse sentido, matéria veiculada hoje (22/10) pelo site GLOBOESPORTE.COM retrata um levantamento jornalístico com 10 pontos perdidos pelo BOTAFOGO por conta de equívocos da arbitragem no Campeonato Brasileiro de 2018, conforme o link abaixo:

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/quantos-pontos-o-botafogo-perdeu-com-erros-de-arbitragem-no-brasileirao-checamos.ghtml

No aguardo de providências imediatas da Comissão de Arbitragem, aproveitamos para nos colocar à disposição visando uma discussão mais aprofundada acerca do tema.

BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS
Nelson Mufarrej
Presidente

LEIA MAIS

Brasileirão: confira a classificação do returno após o fim da 30ª rodada

Em Off: Mauro Beting relembra briga com Neto e “quase fim” do Esporte Interativo

Perto dos 40 anos, Xavi deve encerrar carreira ao final da temporada

Brasileirão 2018: Veja quais as chances de rebaixamento após a 30ª rodada

(Crédito da foto: Reprodução/Youtube)