Torcedores – Notícias Esportivas

Botafogo: Gilson fala sobre volta ao time titular e valoriza empate fora

Gilson foi uma das novidades do Botafogo no empate sem gols com o Ceará na última segunda-feira (15) pelo Campeonato Brasileiro. O lateral-esquerdo foi o escolhido do técnico Zé Ricardo para jogar no lugar de Moisés contra o Vozão.

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites), prestando serviços para sites como Federação Paulista de Futebol, Chico Lang, 10dofutebol, Milton Neves, Rádio Capital e outros,

Crédito: Reprodução/Twitter Oficial Botafogo

O jogador concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (17) e revelou que apenas soube que entraria jogando na véspera do duelo contra os cearenses. E celebrou a nova chance que teve de começar jogando com a camisa alvinegra,

“Viajei sabendo que eu poderia começar o jogo, mas o Zé só revelou isso na véspera. É prazeroso voltar ao time. Sempre trabalho em prol do Botafogo, jogador tem que querer estar sempre jogando, Mas tem que se respeitar o momento de cada um. Contra o Ceará tive a oportunidade de iniciar jogando, fiquei muito feliz, mas independente de quem começar tem que estar concentrado”, disse Gilson.

O Glorioso tem o Bahia como próximo rival. Perguntado se acha que sua atuação contra o Vozão pode garantir mais uma rodada como titular, o lateral botafoguense disse que será Zé Ricardo que definirá. E aproveitou para valorizar o empate conquistado fora de casa.

“Se (a atuação) foi suficiente ou não, quem decide isso é o Zé. Eu particularmente gostei. Enfrentamos uma equipe que é muito forte jogando em casa, foi um jogo complicado. Eu havia iniciado um jogo na ida da Sul-Americana um tempo atrás. Iniciei novamente e acho que fiz um jogo seguro. Somamos um ponto, que não era o que queríamos, mas temos que valorizar isso”, comentou.

LEIA MAIS

Saulo comemora atuação em empate do Botafogo com Ceará

Neymar revela que Felipão e Dani Alves foram decisivos para ele assumir a camisa 10 do Brasil

(Crédito da foto: Reprodução/Twitter Oficial Botafogo)