Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Enderson garante Bahia focado em vencer o Botafogo e descarta poupar jogadores

Na próxima quarta-feira (24), o Bahia terá pela frente um de seus jogos mais importantes da temporada, válido pelas ida das quartas de finais da Copa Sul-americana, contra o Atlético Paranaense. Mas, antes de pensar na competição internacional, o Tricolor está focado no duelo contra o Botafogo, neste sábado (20), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Felipe Oliveira / EC Bahia

Entrevistado do dia na sala de imprensa do Fazendão, o técnico Enderson Moreira descartou que esteja pensando em poupar titulares do Bahia no confronto diante do Botafogo. Segundo ele, ausências só vão acontecer por obrigação por questões físicas.

“Quando o jogador não apresenta as condições ideais para poder ir para a campo, a gente tem sempre tirado. Não é poupar. Poupar é quando está apto a participar e você não utiliza. Não utilizamos jogador que não está apto para iniciar partida. Aí a conversa é de que esse jogador por jogar 30 minutos, 40 minutos. Não posso começar partida com jogador programado para sair. O jogo pode te levar para outro caminho. Tem que iniciar partida com jogadores programados para jogar 90 minutos. Eles podem não conseguir, mas não podemos ter “senão”. A minha preocupação é colocar os atletas que estejam preparados para suportar os 90 minutos. A gente sempre tenta ir com a equipe o mais forte possível. E vai ser assim até o fim. Nós respeitamos muito as duas competições. Temos semanas abertas agora, com tempo de recuperar todo mundo. Nas próximas, a gente não vai ter isso, manter todos os atletas jogando todas as partidas. Um ou outro atleta pode não se recuperar de um jogo para o outro”, falou o técnico.

Principal revelação do Bahia em 2018, o meia Ramires assumiu a titularidade mesmo em poucas semanas como atleta profissional. Já considerado como fundamental para a transição ofensiva da equipe, o meia desbancou o experiente Vinícius, artilheiro do time no ano.

Na partida do último sábado (13), contra o Paraná, Ramires permaneceu em campo durante a entrada de Vinícius no segundo tempo. E foi a presença do camisa 29 que garantiu os três pontos para o Bahia, com dois gols no final do jogo.

Com dois meias em evidência, o técnico Enderson Moreira trabalha com a possibilidade de utilizar os dois atletas juntos contra o Botafogo. O treinador tricolor avaliou as características de cada um e como poderia utilizá-los no time.

“Aconteceu agora contra o Paraná, eles jogaram juntos. São jogadores que podem jogar na mesma faixa. O Ramires tem capacidade de fazer outras funções, mais que o Vinícius. O Vinícius é um meia clássico, armador, com poder ótimo de finalização, leitura de jogadas. Ramires é um meia mais trabalhador, de ter dinâmica de jogo diferente, que pode jogar como volante, assim como o Vinícius. Mas não é a característica dele. O Ramires, sim, tem essa possibilidade. E o Ramires também pode jogar pelo lado. Ramires, a gente pode ‘brincar’ um pouco mais com ele. O Vinícius a gente sabe que é uma posição mais definida”, explicou o técnico.

Botafogo e Bahia se enfrentarão às 16h deste sábado, no Nilton Santos.