Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Kimi Raikkonen critica cobertura da mídia na Fórmula 1: “Muita besteira”

Em entrevista publicada nesta quarta-feira no portal Motorsport.com, o finlandês Kimi Raikkonen fez várias críticas sobre a cobertura da imprensa atualmente na principal categoria do automobilismo mundial.

Gustavo Militão
Jornalista de Recife-PE, apaixonado por esportes.

Crédito: Divulgação/Twitter Scuderia Ferrari

Para Raikkonen, alvo de muitas especulações durante a atual temporada dos jornalistas sobre o seu futuro, a cobertura da mídia em geral está trazendo um impacto negativo para a F1. “Para ser honesto, acho que se fala na mídia muita besteira, histórias, fofocas e outras coisas. Se não fosse assim, acho que a Fórmula 1 estaria muito melhor”, criticou o piloto da Ferrari.

“As pessoas tentam criar tantas bobagens que, na verdade, elas acabam prejudicando a Fórmula 1. Eu acho que se houvesse menos absurdos e mais coisas reais, seria muito benéfico de várias maneiras para a F1.”, analisou Kimi, que também criticou na entrevista o excesso de politicagem dentro da categoria, completou o campeão mundial de 2007.

Após assinar contrato para correr as duas próximas temporadas na equipe Sauber, o “Homem de Gelo” tem buscado mudar um pouco sua imagem junto aos fãs. Tem passado a postar mais momentos com sua família através das redes sociais. E está também preparando uma biografia que será publicada futuramente, traduzida para o inglês e finlandês. Um dos motivos de assinar contrato com a Sauber é o fato do time ter sua base na Suiça, onde ele reside.

As longas viagens também são uma das coisas que Raikkonen não gosta na vida de piloto na F1 atual, e quer dedicar mais tempo para os dois filhos no futuro.

“É muito desagradável quando você tem que dizer: ‘Papai só volta daqui a duas semanas’, e a minha filha tem se envolvido mais nisso. Às vezes, quando você está cansado, pensa: ‘Ah, por que estou aqui, eu poderia estar num outro lugar, em casa’. Mas isso é normal.”, disse o piloto de 39 anos.

Kimi Raikkonen atualmente está em terceiro lugar no mundial de Fórmula 1, com 236 pontos. O campeonato, porém, já tem seu campeão definido: o inglês Lewis Hamilton (Mercedes GP).

LEIA MAIS: QUATRO MOTIVOS QUE EXPLICAM O PENTACAMPEONATO DE LEWIS HAMILTON

LEIA MAIS: DO SUCESSO AO FRACASSO NA FÓRMULA 1