Levir Culpi analisa jogos restantes do Atlético no Brasileiro e elogia trabalho de Thiago Larghi

O Atlético visitou o Fluminense no domingo (21) e mais uma vez acabou derrotado no Campeonato Brasileiro. O jogo que marcou a reestreia de Levir Culpi à frente do Galo foi a terceira sem vitória. Apesar do resultado ruim, o comandante se mostrou otimista em relação ao trabalho feito por Larghi e aproveitou para analisar o restante das partidas da equipe na competição nacional.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Bruno Cantini/CAM/divulgação

“A conversa foi curta ( com Thiago Larghi), porque, faltando oito jogos, já tem uma maneira de jogar. O time joga bem direitinho, joga legal. Os números do Atlético são bons. O Thiago conseguiu bons números com essa formação. Temos de reconhecer isso também.  Não adianta falar 70, 80 minutos para os jogadores, porque a maioria nem sabe como eu sou. Estou mais de observador do que técnico”, elogiou Levir Culpi quando perguntado sobre o trabalho de seu antecessor.

O campeonato é equilibrado, tirando dois ou três times que investiram e estão colhendo os frutos. Os outros correm em igualdade. Em oito jogos tudo pode acontecer. Podemos também ter uma colocação bem melhor do que essa”, complementou o comandante do Galo, mostrando otimismo em relação aos próximos compromissos.

Nesta segunda-feira (22), o Atlético a pressão para manter a sexta colocação do Brasileirão pode aumentar, já que o Santos visita o Internacional, no Beira-Rio, e em caso de vitória diminuirá a vantagem do Galo para apenas um ponto.

LEIA MAIS:

TÉCNICO DO ATLÉTICO NÃO SE EXIME DE CULPA NA DERROTA EM REESTREIA E AVALIA VAGA DO GALO NA LIBERTADORES