Moto2: Binder resiste a ataque de Mir e vence na Austrália

Brad Binder venceu neste domingo (28) a antepenúltima etapa da temporada 2018 da Moto2, realizada no circuito de Phillip Island, na Austrália. Em mais uma corrida movimentada no traçado localizado em Victoria, o sul-africano manteve-se entre os líderes na maior parte da prova, e tomou a liderança de forma definitiva apenas na penúltima das 25 voltas, garantindo o triunfo.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Getty Images

A segunda posição ficou com Joan Mir, que escalou o pelotão e atacou Binder nas voltas finais, sem conseguir a ultrapassagem por apenas 0s036. O pódio ainda contou com Xavi Vierge, outro piloto que brigou pela vitória ao longo de toda a corrida, sem conseguir sua primeira vitória na carreira. Augusto Fernández fez ótima prova, e terminou em quarto, enquanto Luca Marini fechou o top-5.

Dominique Aegerter finalizou a corrida na sexta posição, enquanto Álex Márquez, que fez uma prova apenas discreta, terminou em sétimo. Jesko Raffin precisou se recuperar ao longo da corrida, e terminou em oitavo, logo à frente de Marcel Schrotter, nono após ter que largar do fim do grid após um problema antes da volta de apresentação, quando partiria em segundo. Fabio Quartararo foi o décimo.

Os dois postulantes ao título tiveram desempenhos ruins neste domingo. Miguel Oliveira fechou a prova em 11º, após largar em 19º, enquanto Francesco Bagnaia, que poderia definir o título nesta madrugada, chegou a aparecer entre os cinco melhores, mas perdeu rendimento e terminou em 12º. Desta forma, o italiano soma agora 288 pontos, e tem 36 de frente para o português, que aparece com 252.

A próxima etapa da Moto2 será disputada já no próximo domingo (4), no circuito de Sepang, na Malásia.

Foto: Getty Images