Neymar comemora atuação na Champions e avisa: “Todos sabem do meu potencial”

Neymar teve uma atuação de gala na vitória do PSG sobre o Estrela Vermelha, por 6 a 1, pela segunda rodada da fase de grupos da Champions League. O camisa 10 marcou três gols e igualou Kaká como maior artilheiro brasileiro da história da competição.

Daniel Gois
Estudante de jornalismo da Universidade Católica de Santos. No Torcedores desde janeiro de 2017, escreve sobre futebol, basquete, formula 1 e eventualmente games.

Crédito: Divulgação/PSG

Ao Esporte Interativo, Neymar comentou sobre a marca. “Feliz por ter igualado uma marca importante. Kaká é um grande amigo, tive a honra de fazer parte da história dele. Muito feliz pela partida de hoje. Espero que possa continuar assim. ”

O craque brasileiro também comentou sobre o fato de não ter ficado entre os dez melhores jogadores da FIFA na última temporada, onde Luka Modric, do Real Madrid, acabou eleito o melhor do mundo.

“É uma opinião de cada um. Tá meio complicado esse tema de melhor do mundo. A gente respeita as decisões lá de cima, não gosto de entrar muito nesse tema, até para não criar polêmica. Todo mundo que entende de futebol sabe do meu potencial. Quero fazer uma grande temporada. ”

Com os três gols marcados, Neymar encostou na artilharia da Champions League. Ele divide a vice-liderança com Dybala, da Juventus, e Dzeko, da Roma, e está dois gols atrás do ex-companheiro Lionel Messi, do Barcelona.

Com a goleada, o PSG conquistou os primeiros pontos nesta Champions League. O time parisiense vinha de derrota para o Liverpool, por 3 a 2, e está na terceira posição do Grupo C, atrás dos ingleses e do Napoli.

Agora Neymar só entra em ação pela Champions League no dia 24, contra o Napoli. O time parisiense enfrenta o Lyon neste domingo (7), pela 9ª rodada do Campeonato Francês.

Leia mais

Messi se isola na artilharia da Champions League; veja a lista

Veja os resultados da 2ª rodada da Champions League

Rakitic faz gol 600 do Barcelona na história da Champions League

Técnico do Tottenham revela que Messi quase acertou com rival do Barcelona em 2005