TJD confirma julgamento e partida entre Flamengo-SP e Comercial vai para os tribunais

O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo recebeu o recurso do Flamengo de Guarulhos para a impugnação da partida diante do Comercial de Ribeirão Preto, no último final de semana, que ocasionou na eliminação da equipe rubro-negra para as semifinais da Segunda Divisão do Paulista. De acordo com o Corvo, houve interferência externa no tento de empate da equipe do interior, anotado aos 37 minutos da etapa final.

Chrystian Gedra
Colaborador do Torcedores

Crédito: Vídeo divulgado pelo Flamengo, no Facebook, que mostraria a conversa entre o trio de arbitragem e um repórter, na beira do gramado (Foto: Reprodução/Flamengo)

O presidente do time guarulhense, Edson David Filho, conversou com o site Torcedores, no qual destacou que o julgamento deve acontecer na próxima semana e que o próprio árbitro da partida, Salim Fende Chavez, teria admitido que uma rádio de Ribeirão Preto confirmou que o gol havia sido legal ao confirmar o tento de empate.

Vídeo divulgado pelo Flamengo, no Facebook, que mostraria a conversa entre o trio de arbitragem e um repórter, na beira do gramado (Foto: Reprodução/Flamengo)

“O próprio árbitro, após revalidar o gol do Comercial, falou para o nosso goleiro Matheus Santillo é nosso treinador Marcelo (Marelli) que o pessoal da rádio de Ribeirão Preto havia confirmado que o gol tinha sido legal”, afirmou.

No momento do gol,  o juiz validou após ter marcado uma falta do atacante Michel Renner no arqueiro flamenguista Matheus Santillo. Existem imagens de um jornalista local conversando com o trio de arbitragem durante a paralisação do jogo.

Ainda em nota divulgada pelo Corvo, também foi levado em consideração ameaça de morte relatado em súmula pelo árbitro antes de adentrar ao estádio Palma Travassos, no qual haveria possibilidade do trio de arbitragem ter se sentido coagido ao reverter ambas as marcações da partida, que seriam a anulação de pênalti marcado em favor do Flamengo aos 20 minutos do primeiro tempo e a revalidação do gol já anulado em favor do Comercial.

O Bafo deve se manifestar ao Tribunal de Justiça Desportiva, em dois dias. Além dela, a Federação Paulista de Futebol também deverá apresentar uma declaração pelo fato de não homologar a partida entre as equipes e confirmar o jogo entre Comercial e São José, pelas semifinais do estadual, neste final de semana, sem aguardar o julgamento.