Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após colisão, Verstappen perde a cabeça com retardatário e faz gesto obsceno

O piloto da Red Bull liderava a corrida, quando o retardatário Esteban Ocon provocou acidentalmente uma colisão que prejudicou Verstappen, que perdeu a cabeça.

Isabella Bonafonte
Colaborador do Torcedores

Tudo ia bem para Max Verstappen no GP do Brasil, até que uma colisão atrapalhou seus planos e lhe tirou a liderança para Hamilton, que venceu a corrida.

Ocon estava atrás de Verstappen, e tentou uma ultrapassagem na curva final do “S do Senna”, porém, a tentativa não acabou bem. O retardatário tocou no carro do piloto da Red Bull e ambos rodaram na pista.

Assista a colisão:

O acidente fez com que o piloto da Red Bull perdesse tempo e fosse ultrapassado pelo já campeão da temporada Lewis Hamilton, que lidera a corrida no momento.

O retardatário que colidiu com o até então líder do GP do Brasil foi Esteban Ocon, que já é um antigo conhecido do piloto. Os dois já disputaram títulos entre si e criou-se uma rivalidade. Em 2011, na disputa pelo título da WSK Euro Series, Verstappen levou a melhor, mas em 2014 perdeu o título da F3 européia, título conquistado por Ocon.

O fato é que a colisão com Ocon deixou Verstappen visivelmente irritado. O piloto perdeu a cabeça e xingou em seu rádio de contato com a equipe  “Que p… idiota, que p… idiota”, disse o piloto que também chegou a fazer gestos obscenos. A equipe apenas respondeu ao piloto que ele precisava se acalmar naquele momento.

Ocon fui punido com um stop and go de 10 segundos pela colisão. Já piloto da Red Bull não conseguiu recuperar a primeira colocação, e terminou a corrida em segundo, visivelmente frustrado.