Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasileirão é o campeonato com a maior discrepância de cotas de TV entre os clubes

Entra e sai temporada e as cotas de TV seguem gerando discussão e debates. A partir de 2019, o Brasileirão terá um novo modelo de divisão, que teoricamente seria mais justo. Porém, se compararmos com as principais competições do mundo, essa justiça cai por terra.

Matheus Leal
Setorista e editor-assistente do Torcedores.com

Crédito: Reprodução

Analisando o estudo da EY, Ernst & Young, podemos notar que o Brasileirão é o campeonato com maior discrepância de cotas de TV entre os clubes. E a diferença para Premier League e Bundesliga, por exemplo, são exorbitantes.

No Brasil, o clube com maior receita de televisão recebe 7,4 vezes a mais que o clube de menor receita. Na Inglaterra essa diferença é de 1,58 vezes. Na Alemanha, menor ainda. Apenas 1,28 vezes. E esse valor deve ser ainda mais desproporcional com o novo modelo de distribuição.

Em 2017, por exemplo, Corinthians e Flamengo tiveram as maiores receitas de TV no país. Os clubes receberam R$170 milhões cada. Enquanto isso, o lanterna Atlético-GO arrecadou apenas R$23 milhões. Se o novo modelo estivesse vigente, o Corinthians receberia R$266 milhões e o Atlético R$29 milhões. Ou seja, 9,2 vezes menos.

Veja a divisão de cotas de TV na Premier League

Reprodução EY

Veja a divisão de cotas de TV no Brasileirão

Reprodução EY

LEIA MAIS

Corinthians e Flamengo terão cotas de TV ainda maiores em 2019, diz estudo