Em boa fase, Camila Brait não pensa em volta à seleção: “Focada no Osasco”

Um dos grandes nomes na posição de líbero entre as mulheres no cenário nacional, Camila Brait volta a chamar a atenção por suas boas atuações neste começo de temporada. Poderia ser uma alternativa para a seleção, que não está em um bom momento. Mas está irredutível, pelo menos neste momento que tem outras prioridades, como cuidar de Alice, sua filha de um ano.

Juvenal Dias
Jornalista formado pela Universidade P. Mackenzie/SP desde 2013. Atuo na área esportiva desde 2010, quando ingressei no Diário Lance! Lá permaneci por seis anos e tive oportunidade de fazer parte da cobertura dos Jogos Olímpicos Rio-2016. Desde 2017 sou colaborador do Surto Olímpico. Já fui também do Bola Parada. Estou no Torcedores desde meio de 2018.

Crédito: Facebook/ Osasco/Audax. Camila Brait é uma das melhores líberos do país

A seleção brasileira feminina de vôlei passou por bastante dificuldade no último Mundial, disputado recentemente no Japão. Perdeu sets e jogos vitais para buscar a classificação à fase final da competição. Não é garantido que, se Camila Brait, estivesse lá, o resultado seria diferente. Mas poderia ser uma alternativa para revezar durante a campanha com a Suelen, do Praia Clube, ou com Gabriela Souza, do Rio de Janeiro. Principalmente considerando a quantidade de jogadoras que estavam com problemas físicos e não se recuperaram durante a competição.

Em entrevista ao Torcedores, a jogadora do Osasco/ Audax se manteve firme na sua decisão de não vestir a ‘amarelinha’, no caso da líbero, a ‘branquinha’: “Hoje estou focada 100% no Osasco. Quero fazer uma excelente Superliga e ajudar meu time a grandes vitórias. Não penso em seleção”. Falando em Superliga, que começa nesta sexta-feira (16), a jogadora falou sobre a expectativa que o time tem na competição: “Osasco é um time de tradição. Então não podemos esperar menos que estar brigando sempre por títulos”. O time da região metropolitana de São Paulo ficou com os vice-campeonatos Paulista e da Supercopa, o último veio com a derrota contra o Praia Clube, no sábado (10), em partida que terminou 3 sets a 1, em jogo disputado em Fortaleza.

No Campeonato Paulista, Camila Brait foi bem para o início do trabalho na temporada, mas ela enxerga que pode crescer com o restante do time: “Nosso time foi formado a pouco tempo, então estamos adquirindo ritmo aos poucos. Tivemos altos e baixos no Paulista. Sabemos o que não fizemos tão bem e estamos trabalhando pra melhorar isso”.

Dupla função

No Instagram, Camila Brait tem diversas fotos com sua xodó, a filha Alice

Faz um ano que a atleta precisa desempenhar uma segunda função, mas fora de quadra e que era um desejo: ser mãe. Ela comentou deste momento em que vai retomando à rotina de treinos e jogos e, ao mesmo tempo, se desdobra fora de quadra, com os cuidados que a filha necessita: “Faz um ano que realizei o maior sonho da minha vida. Graças a Deus tenho profissionais maravilhosos ao meu redor, então todos tiveram todos os cuidados que eu precisava pra retornar às quadras. No começo é difícil, porque seu corpo tem que acostumar com a rotina de atleta novamente e deixar a Alice em casa não era fácil, pra mim. Mas estou cada dia melhor fisicamente, tecnicamente e claro como mãe, que a gente aprende todos os dias”.

LEIA MAIS

Hinode Barueri contrata a ponteira argentina Elina Rodríguez