Coréia do Sul é tricampeã da Copa do Mundo de Overwatch

Pelo placar de 4-0 diante da emergente seleção chinesa, a seleção sul-coreana conquista o titulo da Copa do Mundo de Overwatch de 2018, na BlizzCon, neste sábado (03). Os sul-coreanos também se sagram como os únicos campeões mundiais, tendo vencido todas as edições desde a primeira, em 2016.

Matheus Piccinin
Jornalista formado pela Universidade de Sorocaba (UNISO), trabalhou com assessoria de imprensa em basquete e é podcaster amador. No tempo livre, é main tank e shotcaller no Overwatch.

Crédito: Reprodução Overwatch World Cup 2018.

Na Blizzard Arena, em Burbank, Califórnia, os fãs de Overwatch e esports acompanharam as trajetórias de oito equipes classificadas para a fase de mata-mata do campeonato mundial do game. Na sexta-feira, equipes desacreditadas emergiram, como foi o caso das seleções do Reino Unido e China, enquanto equipes tradicionais, como Estados Unidos, França e Finlândia, encerraram seus sonhos de serem campeões em 2018.

Entre todas as equipes que participaram da Copa do Mundo, nenhuma delas foi capaz de parar a força de Fate, Fury, Carpe, Fleta, Libero, Anamo e Jjonak. Apesar de contar com Meko, Saebyeolbe e Ark nas eliminatórias, o técnico Hyeon-Sang “Pavane” Yu julgou que Fury, Fleta e Anamo seriam mais adequados para compor essa equipe.

Mesmo com as alterações, a seleção da Coréia do Sul continuou sendo a única da Copa do Mundo composta 100% por jogadores da Overwatch League.

Equipe da Coréia do Sul.

Reprodução Overwatch World Cup 2018.

Antes de disputar a medalha de ouro com a seleção chinesa, os sul-coreanos passaram por Austrália (3-0) e Reino Unido (2-0), além de ter derrotado Finlândia (3-2), Rússia (4-0), Japão (4-0), Taipei (4-0) e Hong Kong (4-0) na fase de grupos.

Os adversários da seleção sul-coreana na final surpreenderam a comunidade, superando equipes tradicionais do Overwatch mundial, como a Finlândia (3-0), semifinalista de 2016, e o Canadá (3-0), finalista de 2017.

A FINAL

Na decisão, a estelar dupla formada pelo main tank Xu “Guxue” Qiulin e o flex Huang “Leave” Xin não conseguiu liderar a seleção chinesa até a vitória. Durante o campeonato, Guxue impressionou os fãs de Overwatch com o alto nível do seu Winston, enquanto Leave dominou as equipes adversárias com seu Doomfist e Zarya.

Nos mapas de Ilios, King’s Row, Templo de Anúbis e Observatório Gibraltar, se sobressaíram jogadas como as de Byung-sun “Fleta” Kim no Genji, Bang “Jjonak” Sung-hyeon no Zenyatta e Tae-sung “Anamo” Sung no Lúcio.

Completando o pódio, a seleção do Canadá superou os britânicos na disputa pela medalha de bronze, se juntando aos medalhistas de ouro da Coréia do Sul e os medalhistas de prata da China.

Pódio da Copa do Mundo de 2018.

Reprodução Overwatch World Cup 2018.

MVP

Em votação aberta ao público, realizada pela patrocinadora oficial da Overwatch League, Jjonak foi eleito o MVP (Most Valuable Player, jogador mais valioso) da Copa do Mundo. O suporte é o primeiro jogador eleito MVP que não desempenha a função de main tank, sendo seus antecessores Miro (2016) e xQc (2017).

MVP da Copa do Mundo de 2018, Jjonak.

Reprodução Overwatch World Cup 2018.

“Eu também fui MVP da Overwatch League neste ano, mas, por ter conquistado esse troféu representando a Coréia do Sul, eu sinto que esse é muito mais importante”, declarou o jogador mais valioso da Copa, após receber o troféu das mãos de John Legere, CEO da T-Mobile.

LEIA MAIS

LANÇAMENTOS DA SEMANA – 28/10 À 03/11

DAFRAN ASSINA COM O ATLANTA REIGN E INGRESSA NA OVERWATCH LEAGUE

PRIMEIRO TIME CANADENSE DA OVERWATCH LEAGUE É ANUNCIADO