Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Flamengo goleia o Duque de Caxias e conquista o tetra no Carioca Feminino

O Flamengo/Marinha é o grande campeão do Campeonato Carioca Feminino de 2018. Na tarde deste sábado, o Rubro-Negro fez bonito, goleou o Duque de Caxias pelo placar de 4×0 e conquistou seu tetracampeonato estadual. O duelo foi realizado no estádio Moça Bonita.

Bruno Nunes Loreto
Formado em Jornalismo na Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC. Amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Grêmio e Fluminense.

Crédito: Divulgação/Time Flamengo

O Flamengo começou o confronto dominando as ações. O gol que inaugurou o placar saiu logo aos quatro minutos, com Flávia chutando cruzando após receber bom passe na frente.

Pouco tempo depois, aos 10′, Flávia avançou em velocidade e encontrou Dany Helena, livre. A artilheira da equipe não vacilou e colocou no fundo das redes do Duque de Caxias.

Ainda antes do intervalo, aos 40′, Flávia roubou a bola no ataque, invadiu a área, passou pela goleira adversária e anotou o segundo dela, fazendo 3×0.

No segundo tempo, o Duque de Caxias voltou tentando atacar e correr atrás do prejuízo. Apesar disso, o Flamengo manteve sua superioridade e seguiu ampliando o marcador.

Com 19′, Pâmela acertou um chute forte e anotou o quarto. Já aos 37′, Flávia aproveitou o rebote da goleira do Duque e fez seu terceiro, fechando a conta em 5×0.

“Pra mim foi o jogo de despedida. Foram oito anos de Marinha, quatro de Flamengo. E tem a tristeza que a gente fica. É uma família que a gente tem, no dia-a-dia, muito treinamento. Mais um ciclo que se encerra, outras portas que se abrem, a vida de atleta é assim mesmo”, disse a capitã Bárbara, que está de saída da equipe.

“Chegamos ao tetracampeonato. Um ano bom, no qual fomos campeão mundial pela Marinha… fomos terceiro lugar e, por muito pouco, não chegamos na final do Brasileiro. E agora tetracampeão carioca pelo Flamengo. É um time jovem e que vem crescendo. Renovamos o elenco esse ano. Era um ano difícil, que estávamos achando difícil ganhar alguma coisa por ter muita atleta nova. O grupo correu muito bem. Mudamos a ideia do futebol feminino, de não jogar atrás, de fazer uma marcação e pressão na linha alta, jogar com três atacantes… fazer um futebol espetáculo e, graças à Deus, fomos coroados”, avaliou o treinador Ricardo Abrantes.

Confira imagens da festa rubro-negra!

LEIA MAIS:

GRENAL À VISTA? GRÊMIO E INTER PODEM DEFINIR CLÁSSICO NA DECISÃO DO GAUCHÃO FEMININO

SANTOS GOLEIA POR 6×0 E ENCAMINHA CLASSIFICAÇÃO NA LIBERTADORES FEMININA; VEJA OS GOLS

As melhores notícias de esportes, direto para você