Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Infantino afirma que Copa-2022 pode não ter 48 seleções

A Copa do Mundo de 2022 será realizada no Catar, mas ainda não se sabe quantos participantes estarão nela. A chance de que o Mundial seja o primeiro com 48 pontos pode não acontecer, segundo declaração do presidente da FIFA, Gianni Infantino.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial da FIFA

Em declarações à imprensa nesta quarta-feira (7), em Zurique (SUI), o dirigente máximo da FIFA afirmou que o aumento de integrantes na Copa-2022 é uma ‘missão difícil’, visão diferente de declarações no passado, nas quais apontou que o próximo torneio poderia sim ter 48 seleções.

“Não mudei de opinião. Ainda acho que aumentar o número de seleções numa Copa do Mundo para 48 será bom para o futebol. Por isso, nós o fizemos para o Mundial de 2026. Se podemos fazê-lo já em 2022? É um desafio difícil, mas tomaremos uma decisão em março”, declarou Infantino.

No começo de 2019, a FIFA se reunirá com o Catar para definir qual será o número de times a jogar a próxima Copa. Infantino admitiu ver as chances do Mundial de 2022 ter 48 seleções como ‘pequenas’, mas quer abrir espaço para a discussão até com outros países do Oriente Médio.

“Conversaremos isso com o Catar. Será um desafio muito difícil, muito difícil unicamente no Catar. Pessoalmente, como presidente da FIFA, ficaria muito feliz se alguns encontros pudessem ser compartilhados com países da região. O futebol une, constrói pontes. Isso poderia resultar num resultado mais concreto. Quais são as chances? Certamente pequenas, mas qual mal há em falar isso”, disse.

LEIA MAIS

Esporte Interativo deve ter direito de exibir 42 jogos no Brasileirão 2019

Mayweather lutará no Japão por menos do que lutou contra McGregor; Entenda!

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial da FIFA)