Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Karen Khachanov vence Djokovic e conquista o Masters 1000 de Paris

O russo Karen Khachanov venceu neste domingo (04) o Masters 1000 de Paris; na final enfrentou o sérvio Novak Djokovic por 2 x 0.

Verônica Jensen
Mãe, maratonista, colaboradora do Torcedores, amante de esportes, organizadora de eventos esportivos e turismóloga. E o meu dia tem 24h!

Crédito: Instagram oficial @atpworldtour

Após vencer Dominic Thiem na semifinal no sábado, Karen Khachanov conheceu seu adversário horas mais tarde. Djokovic e Roger Federer fizeram uma partida espetacular em três horas de jogo, onde Djoko saiu vencedor.

A partida deste domingo marcou a primeira final de Masters 1000 do russo; com apenas 22 anos, teve pela frente um dos mais vitoriosos jogadores do torneio; Djokovic começou a partida voando e abriu 3 x 1 rapidamente.

Porém, Khachanov surpreendeu e quebrou dois serviços do sérvio em um momento onde Djokovic se mostrava irritado e nervoso. O russo levou isso a seu favor e fechou o primeiro set em 7 x 5.

O segundo começou com Djoko sacando e confirmando o game. Mas Khachanov parecia impossível e disposto a vencer seu primeiro Masters 1000; logo quebrou o saque no segundo serviço de Djokovic, abrindo 3 x 1.

Daí em diante, ele só precisou confirmar seus serviços para vencer por 6 x 4 o segundo set e levantar o troféu mais importante de sua carreira, até então!

Karen Khachanov não se sentiu pressionado em nenhum momento da partida e, em determinadas horas, parecia que já estava há tempos no circuito.

Com esse título, o russo tem agora, além do conquistado neste domingo, dois troféus de ATP 250, de Moscou e Marselha, ambos conquistados em 2018.

Khachanov termina a temporada na 11ª posição e sendo o responsável por quebrar uma séria invicta de Novak Djokovic de 22 partidas, com dois títulos de Grand Slam (Wimbledon e US Open) e outros Masters 1000, incluindo Cincinnati, o único que Djoko não havia conquistado até esse ano.

 

LEIA MAIS: 

Opinião: Dinastia Federer – Nadal no tênis pode estar ameaçada

Opinião: a Next Generation pode surpreender?

Borna Coric surpreende e vence Roger Federer em Shangai

Novo formato da Copa Davis é criticada por Novak Djokovic