Kleina vê ‘mudança de atitude’ fator em reação da Ponte Preta

A Ponte Preta segue sua reação sob o comando de Gilson Kleina. Na última sexta-feira (2), conseguiu uma importante vitória em cima do São Bento por 2 a 1 e manteve vivo o sonho de conseguir um lugar no G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: PontePress

Promoção Torcedores: Clique aqui do seu celular ou ligue 04949984011250 para concorrer a R$ 2000 e a um encontro com um ídolo do esporte. Sorteio pela Loteria Federal
Valor da ligação: R$ 3,99 + impostos. Saiba mais www.promotorcedores.com.br

Após a partida, o técnico da Macaca abordou a postura do time desde que assumiu o clube. Apesar de não ser ver como o ‘culpado’ pela ascensão da equipe, o treinador vê que o time conseguiu mudar sua atitude para poder conseguir reagir no campeonato.

“A mudança de atitude não é com a minha chegada. Toda a equipe de trabalho está mobilizada para que as vitórias retornassem. Pegamos um vestiário com baixa autoestima, não é assim que a gente trabalha. A gente fica feliz de fazer uma arrancada dessas e estar vivo na competição. Fazer de cada jogo uma decisão é o que vai nos dar condições de continuar sonhando”, declarou Kleina segundo o Globoesporte.com

O momento da Ponte Preta será testado na próxima rodada, quando a Macaca terá pela frente o Boa Esporte, lanterna da competição. Para evitar que a euforia pela boa fase da Ponte possa se transformar em problema diante de um time já quase rebaixado à Série C, Kleina trata de mandar um aviso aos atletas.

“Temos que respeitar todo adversário, mas a gente não pode perder identidade. Mais um desgaste, jogo difícil. Vale ressaltar que a arquibancada deu energia para os jogadores, isso move quem trabalha. Terça que vem vai ter a mesma paciência, a mesma organização. Não deixa de ser uma equipe ofensiva, mas, quando perder a bola, vai ter que se doar. Momento algum pode achar que é jogo fácil, olhar a pontuação. Temos que encarar o Boa como se fosse qualquer equipe, com atitude vencedora”, disse.

LEIA MAIS

Saiba qual a próxima partida do Oeste pela Série B 2018

(Foto: PontePress)