Petraglia nega apoio do Atlético-PR ao VAR no Brasileirão e detona Inter: “É uma quadrilha”

A diretoria do Internacional irá se reunir nesta terça-feira (6) com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para discutir e reivindicar a implementação do VAR nas seis rodadas que faltam no Campeonato Brasileiro. Segundo os dirigentes gaúchos, 19 clubes assinaram o documento de apoio. Apenas o Vasco teria sido contrário. Porém, segundo o blog do jornalista Rodrigo Mattos, Atlético-MG e Atlético-PR também foram contra.

Joao Vitor Rocha
Colaborador do Torcedores

Crédito: João Moretzsohn / CBF

Segundo Roberto Melo, vice de futebol do Internacional, teria conversado com todos os 19 clubes da Série A do Brasileirão e somente o Vasco foi contra e não quis assinar o documento solicitando a implementação imediata do VAR.

Clubes se unem e assinam documento pedindo VAR no Brasileirão; Vasco é contra

“Conversamos com todos os presidentes de clubes da Série A nesta semana, o único contrário foi o Vasco, todos os demais foram a favor. É evidente que sempre concordamos em conversar, queremos fazer isso. Temos ido muitas vezes na CBF como a maioria dos clubes faz. O Rodrigo (Caetano) auxilia muito desde que chegou porque trabalhou muito tempo no Rio de Janeiro e conhece muitas pessoas, tem contatos, e estamos dispostos sempre a ajudar. Os clubes normalmente defendem muito o seu lado, só enxergam quando são prejudicados”, disse o dirigente do Internacional.

Promoção Torcedores: Clique aqui do seu celular ou ligue 04949984011250 para concorrer a R$ 2000 e a um encontro com um ídolo do esporte. Sorteio pela Loteria Federal
Valor da ligação: R$ 3,99 + impostos. Saiba mais www.promotorcedores.com.br

Mauro Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do Atlético-PR, em contato com o blog de Rodrigo Mattos, negou a informação passada pela equipe gaúcha e ainda criticou de forma veemente o Internacional.

“‘Não falaram conosco. Apoiamos o VAR, mas não com esse custo de R$ 55 mil por jogo da CBF […] A gente não leva a sério o Internacional. O Inter é corporativista e só leva pautas quando interessa aos gaúchos”, disse Petraglia.

O dirigente do clube paranaense ainda relembrou o pênalti marcado a favor do Inter contra o Furacão nos acréscimos da partida deste final de semana e atacou as reclamações feitas pelos gaúchos.

‘Nem adianta reclamar porque é uma quadrilha”, apontou.

A diretoria do Atlético-MG também negou a informação passada pelos dirigentes do Internacional. Vice-presidente do Galo, Lazaro Cunha, afirmou que e contrário as condições levantadas pelos Colorado.

”Foi votado que não haveria o VAR em 2018. Há um problema jurídico. Todos os clubes teriam que aprovar. Ainda mais tem custos, etc. Quais custos serão distribuídos, a responsabilidade? A minha posição que externei para o Sérgio (Sette Câmara, presidente do Galo), e ele disse que eu falaria sobre o assunto. A gente não aprovaria nessas condições que foram refletidas pelo Inter não”, afirmou.

LEIA MAIS

Neto ironiza ao falar sobre rebaixamento do Corinthians: “Vão alcançar o Palmeiras, que já caiu duas?

Vantagem do Palmeiras para vice-líder nunca foi tirada nos pontos corridos com 20 equipes

Clubes se unem e assinam documento pedindo VAR no Brasileirão; Vasco é contra

Palmeiras não perdeu para equipes do G4; veja desempenho nos confrontos diretos

Palmeiras precisa de mais sete pontos para atingir marca histórica de campeões