Ídolo do São Paulo, Pintado celebra continuidade como técnico… no São Caetano

Pintado é, até hoje, muito querido pelos torcedores do São Paulo. Símbolo da garra de um tempo áureo do Tricolor, o antigo volante tornou-se treinador – assumindo o próprio SPFC, ainda que interinamente, em algumas ocasiões. Hoje treinador efetivo do São Caetano, o profissional defendeu, justamente, a continuidade que teve no cargo no Azulão – algo tão raro na equipe da capital paulista.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: AD São Caetano/Facebook

Desde fevereiro de 2018 no São Caetano, Pintado crê que os bons resultados são frutos da sequência de seu trabalho. Ele mesmo substituiu um técnico que ficou muito tempo no cargo. Luiz Carlos Martins ficou mais de três anos no Azulão antes de ser demitido após o mau início no Paulistão. Os trabalhos longos, portanto, fazem parte da filosofia do clube. “Em todos os lugares em que se vê um bom resultado, a sequência é o que faz a diferença no final. E é a longo prazo, e não no curto e/ou no médio, que se colhem os resultados disso. A permanência no cargo facilita demais para construir uma ideia de jogo e aquilo que o clube deseja”, afirmou, em entrevista ao site Futebol Interior.

O técnico do Azulão ainda relembrou outro trabalho dele em comissões técnicas. Depois de duas temporadas como auxiliar no Cruz Azul e campeão da ConcaChampions (principal competição de clubes da CONCACAF), Pintado exaltou a experiência no México. “Fizemos tudo isso lá em um ano e meio. Certos resultados não dependem apenas de ganhar ou perder. Tudo que se constrói, como jogadores que se valorizam, é algo que se faz. Na maioria dos clubes em que passei, deixei esse legado”, ratifica.

Quer ganhar R$ 2000 e um papo com um ídolo do esporte? Clique aqui para saber mais.
E você ainda pode ver Palmeiras x Vitória no dia 2/dez direto do estádio e levar um acompanhante.

Sorteio pela Loteria Federal. Valor da ligação: R$ 3,99 + impostos.

Descubra como todos os esportistas devem se proteger. Clique aqui e saiba mais.

LEIA MAIS
São Caetano volta às glórias em 2017; relembre o ano do Azulão
“Com sorveteria quase do lado”, Rio Claro oferece estádio para final da Libertadores
ÍDOLO! Fumagalli é o novo superintendente de futebol do Guarani

Quem chega e quem sai dos clubes?