Rachael Ostovich detalha agressão do marido em depoimento

Rachael Ostovich, lutadora peso-mosca do UFC, foi agredida pelo marido, o também lutador Arnold Berdon, no último final de semana, no Havaí. O incidente a levou ao hospital e causou a prisão de Berdon, ocorrida na última terça-feira (20).

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Instagram

Quer ganhar R$ 2000 e um papo com um ídolo do esporte? Clique aqui para saber mais.
E você ainda pode ver Palmeiras x Vitória no dia 2/dez direto do estádio e levar um acompanhante.

Sorteio pela Loteria Federal. Valor da ligação: R$ 3,99 + impostos.

O site TMZ teve acesso a documentos da petição da acusação feita pela lutadora ao marido. No documento, há detalhes do depoimento feito na ordem de restrição que a lutadora moveu contra ele, no qual ela conta como ocorreu a agressão, realizada após um programa com a família.

“Arnold começou a me socar na cabeça, na cara e costelas. Ele me fez cair no chão, consegui fôlego e escapei pela sacada. Cuspia sangue e vomitava sem parar. Orbital quebrado”, declarou Ostovich na petição. na qual também afirma ter sido agredida em maio pelo lutador.

A lutadora conseguiu com que Berdon se mantenha afastada dela e da filha de cinco anos do casal. Berdon está preso, mas ainda não foi formalmente acusado, sendo preso por tentativa de homicídio de segundo grau. Caso seja indiciado, corre o risco de ser condenado a prisão perpétua pelas agressões.

A agressão fez com que Ostovich deixasse o card do UFC Brookyln, em janeiro, no qual enfrentaria Paige VanZant.

LEIA MAIS

Empresário de Khabib ‘garante’ luta de russo contra Mayweather

(Crédito da foto: Reprodução/Instagram)