Real Madrid efetiva Solari mas inclui cláusula ‘de segurança’ no contrato do técnico

Já anunciada, a efetivação de Santiago Solari no comando técnico do Real Madrid inclui um detalhe curioso em seu contrato. O clube Merengue incluiu uma ‘cláusula de dispensa’ no documento.

Douglas Albino
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Real Madrid

A cláusula aplicada no contrato de Solari é a mesma inserida no de seu antecessor, Julen Lopetegui. Com isso, o Real Madrid não terá que pagar os salários restantes do contrato do argentino em caso de uma saída precoce.

Na prática, Solari receberá um valor proporcional ao período em que estará comandando o Real Madrid. Isso aconteceu com Lopetegui. O treinador, que ganharia 6 milhões de euros por ano, acabou recebendo apenas 3, já que foi demitido antes de completar uma temporada na equipe.

No comando das categorias de base do Real Madrid desde 2013, Solari assinou com o clube espanhol até junho de 2021. Aos 42 anos, o técnico argentino vai para a sua primeira experiência profissional. Como jogador, o ex-meia atuou por clubes como River Plate e Inter de Milão, além da dupla Real e Atlético de Madrid.

LEIA MAIS

Real Madrid confirma Santiago Solari como novo treinador da equipe