Rivellino elogia Vinicius Jr e diz que Neymar criou um monstro: “Deveria seguir o exemplo de Messi”

Um dos maiores ídolos do Corinthians e do futebol brasileiro, o ex-meia Rivellino concedeu entrevista ao jornal espanhol Marca e falou sobre dois brasileiros de destaque da Espanha: Vinicius Jr, que está iniciando sua carreira no Real Madrid, e Neymar, que teve uma excelente passagem pelo Barcelona e constantemente é especulado para voltar ao país.

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Mike Hewitt/Getty Images

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Para Rivellino, Neymar acabou criando um monstro por causa da fama de jogador cai-cai, que ganhou ainda mais força durante a Copa do Mundo da Rússia. “Quem criou tudo isso foi Neymar. Deveria seguir o exemplo de Messi, que nunca protesta, nem se atira. Ney está permanentemente reclamando, criou um monstro, porque já todo o mundo o critica por isso e é algo muito negativo para ele. Às vezes busca o rival, não passa a bola e não se foca em jogar. Não pode perder o melhor que tem: sua magia. É muito bom”, analisou.

O campeão da Copa do Mundo de 1970 também foi questionado sobre Vinicius Jr, revelado pelo Flamengo e que foi contratado pelo Real Madrid por 45 milhões de euros antes mesmo de estrear no profissional.

Quer ver Palmeiras x Vitória no dia 2/dez direto do estádio? Você pode levar um acompanhante. Só há uma maneira: clicando aqui para ligar ou acessando o site www.promotorcedores.com.br
E você ainda está concorrendo aos R$ 2000 e um papo com um ídolo do esporte.

Sorteio pela Loteria Federal. Valor da ligação: R$ 3,99 + impostos.

Sim, é um garoto que transborda, que quebra as defesas rivais. Eu gosto desses jogadores. Ele acredita no drible, encara, não é alguém que só joga lateralmente. Hoje o futebol está cheio de jogadores que só jogam para os lados. Há muitos cruzamentos, bolas paradas, e se torna um futebol mais feio, me incomoda”, disse Rivellino.

LEIA MAIS:
Seedorf fala o que falta para Neymar chegar ao patamar de Messi e Cristiano Ronaldo e vê saída do Barça como “pecado”