Proteção: Saiba como os esquemas táticos evoluíram ao longo do tempo no futebol

Esquemas táticos são imprescindíveis para o sucesso de um time em uma determinada partida, a posição e função que cada jogador ocupa e fica responsável dentro de campo é muito importante e determinante para se alcançar a vitória e não levar gols, com isso confira a evolução do esquema tático de proteção ao longo do tempo.

Diego Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: Arte/Torcedores.com

Com isso listamos alguns dos esquemas táticos de proteção que já apareceram na história do futebol, confira a evolução dos mesmos.

Formação 1-1-8

Quando se acreditavam que o único objetivo do futebol era marcar gols, a primeira estratégia que surgiu foi essa incrível formação com somente 1 jogador de defesa, 1 jogador de meio campo e incríveis 8 jogadores no ataque, usada de 1863 a 1871 essa tática logo foi extinta por não apresentar mecanismos de defesa.

Formação 1-2-7

Visando um pouco de mais de proteção a defesa, essa formação apareceu na Inglaterra, onde sempre um jogador de ataque deveria compor o meio campo para evitar os ataques do adversário, ficando assim, 1 jogador na defesa, 2 no meio de campo, e 7 no ataque.

Formação 2-2-6

Com a preocupação em proteger a defesa de levar gols cada vez mais em alta, essa formação que ficou entre 1872 a 1883 visava mais segurança na defesa perante as outras formações anteriores, com 2 jogadores na defesa e 2 no meio de campo, os times se fechavam mais para correr menos risco la atrás, a formação tinha ainda é claro 6 jogadores no ataque.

Formação 2-3-5

Fazer gols passou a não ser prioridade exclusiva, com a evolução constante do futebol, cada vez mais precisava de uma forma de evitar os ataques dos adversários. A partir de 1883 essa foi a formação adotada por praticamente todo o  mundo do futebol, vigorou-se na época em que o futebol começa a ser “exportado” da Grã-Bretanha para o mundo, essa formação foi muito utilizada até a Copa de 1938, onde os técnicos povoavam-se o meio campo para defender e atacar quando necessário.

Formação WM ou MW

Esse esquema tático é o famoso 3-2-2-3, porém mais conhecido popularmente no mundo do futebol como formação MW ou WM, pelo motivo de que o posicionamento dos jogadores sempre formarem o desenho das letras. Com a integração da lei do impedimento no fim dos anos 20, o professor de geometria e treinador do Arsenal Herbert Charpman armou esse esquema que mudaria o futebol e seria base de praticamente todas as equipes do mundo por muito tempo. Com essa formação o legal que ainda poderia ser formar um quadrado mágico no meio campo entre os 2 jogadores de meio com os 2 jogadores mais recuados do ataquem portanto dessa forma pode-se ver a variação de posicionamento entre os jogadores do meio-campo de acordo com a necessidade da equipe durante a partida.

Formação 4-4-2

Um dos esquemas mais utilizados de todos os tempos, inclusive até os dias atuais. a formação 4-4-2 consiste em 2 zagueiros centrais juntamente com os laterais direito e esquerdo na primeira linha, ficando assim a defesa com 4 jogadores, o meio de campo consiste com 4 jogadores, tanto podem atuar como forma de losango com 1 volante de contenção, 2 meias para ajudar tanto na defesa quanto no ataque, e 1 meia-armador mais adiantado, ou com 2 volantes e 1 meia-armado, ou ainda com 1 só volante e 2 meias-armadores mais a frente, além é claro de contar com os 2 jogadores de ataque na frente. O 4-4-2 começou a ser usado nos anos 70.

Formação 4-3-3

Popular no final da década de 1960 e início da década de 1970, tendo sido usado pelo incrível time da Holanda conhecido como “laranja mecânica” na Copa de 1974, esse esquema é também assim como o 4-4-2 muito usado nos dias de hoje. O 4-3-3 trata-se de um esquema tático com 4 jogadores na defesa ( sempre visando a proteção do setor), 3 jogadores no meio-campo (com 1 ou 2 volantes) e 3 jogadores no ataque (dois pontas e um atacante), além dos 4 jogadores de defesa, os homens de ponta no setor de ataque também ajuda na proteção marcando a saída de bola e também voltando para marcar os laterais adversários que possivelmente descem para o ataque.

Formação 3-5-2

Esse esquema tático é tratado por muitos como defensivo, pois apesar de ter somente 3 zagueiros onde os laterais sobem um pouco mais para o ataque, sempre 2 ou 3 jogadores do meio-campo recuam para ajudar na proteção ao seu gol. Nesse caso, a maioria das vezes os defensores marcam por zona, e não homem a homem, esse assim como os 2 esquemas táticos citados anteriormente é também bastante usado atualmente.

Dentre todas as formações no decorrer da história futebolística, apareceu também bastante variedades de esquemas táticos visando a proteção, como por exemplo:

4-2-3-1: Um dos esquemas mais utilizados no século XXI,moderno e eficaz para muitos, faz com que a equipe possa se defender e atacar com seis jogadores. É ideal para equipes que possuem jogadores que saibam defender e atacar com precisão e em conjunto. É composto por 4 defensores (2 zagueiros e 2 laterais), 2 meio-campistas que ajudam na defesa e no ataque, 2 pontas, 1 meia-centralizado e 1 centro-avante que pode ser fixo ou móvel dependendo da situação da partida.

4-1-4-1: Esquema para muitos considerado moderno e também bastante usual, foi adotado pela seleção brasileira a partir de 2016, essa formação é considerada como conservadora, pois ao mesmo tempo que protege a defesa com jogadores do próprio setor, a marcação já começa lá na frente com a segunda linha de 4 jogadores, localizada atrás do centro-avante. Esse esquema contém 4 defensores (2 zagueiros e 2 laterais), 1 volante de contensão, 4 meio-campistas e 1 centro-avante.

4-6-0: Esquema super defensivo e protetor, pode ser usado tanto em jogos em que o time está vencendo a partida e precisa segurar o resultado, quanto a times inferiores tecnicamente que enfrentarão times superiores. Esse esquema nada mais é que, 4 defensores (2 zagueiros e 2 laterais), e 6 jogadores no meio campo sem nenhum jogador de ataque.

5-4-1: Mesma didática da tática anterior na questão de utilização, a única mudança perante o 4-6-0 é que 1 jogador de meio campo desce para o ataque, para um possível contra-ataque, e também para segurar a bola naquele setor evitando que o adversário chegue ao seu gol.

5-5-0: Também pode ser usada da mesma forma e motivo que os 2 esquemas anteriores, esse esquema conta com 5 defensores entre zagueiros, laterais e 1 jogador de meio campo recuado e 5 jogadores no meio com o atacante também voltando para cada vez mais fechar a “casinha”.

Claro que muitos outros esquemas táticos surgiram na história do futebol, porém como nessa matéria estamos destacando os esquemas de proteção, ou seja, de defesa, citamos somente os de mais destaque relacionados ao assunto.

(Imagens: Arte/Torcedores.com)

Descubra como todos os esportistas devem se proteger. Clique aqui e saiba mais.

LEIA MAIS:
Proteção: Relembre goleiros que fizeram história