Zagueiro do Deportivo Cali sofre atentado a tiros após eliminação na Colômbia

O defensor Juan Quitero, do Deportivo Cali, sofreu um atentado na noite do último domingo na cidade de Jamundí, região metropolitana de Cali. O jogador estava acompanhado de seu irmão menor de idade, quando foi surpreendido com diversos tiros em seu veículo. Apesar do susto, nenhum dos dois sofreu ferimentos.

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter (@cidovieira90)

Crédito: Foto: Twitter/Deportivo Cali

Quintero esteve em campo um pouco mais cedo no triunfo do Deportivo Cali sobre o Deportivo Pasto por 1 a 0. Apesar da vitória, o time do zagueiro não conseguiu a classificação para a fase final do Campeonato Colombiano.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Segundo informações da polícia local, em comunicado no site do jornal El País, o atentado ocorreu às 22h15 (horário local)  “quando duas pessoas que se encontravam em uma motocicleta solicitaram ao jogador que parasse (o carro)”. Ainda de acordo com o relato da polícia, quando percebeu a arma, Quintero acelerou o carro, que foi atingido pelos tiros do lado esquerdo.

Aguardando os filhos em um restaurante, o pai de Quintero considerou um milagre o atentado não ter deixado vítimas.

– Depois que os policiais vistoriaram o carro, disseram que eles se salvaram por milagre. O futebol não pode chegar a esses extremos – afirmou Diego Quintero ao El País. Ainda de acordo com o jornal colombiano, outros dois jogadores do Deportivo Cali, Nicolás Benedetti e Jeison Angulo, sofreram ameaças de alguns torcedores revoltados com a desclassificação do time.

O Deportivo Cali emitiu uma nota oficial, lamentando o ocorrido com Juan Quintero.

“Os acontecimentos estão sendo investigados pela Polícia Nacional, desde o momento em que aconteceram. O Deportivo Cali rechaça e reprova qualquer manifestação de violência e agradece à Municipalidade de Cali e à Polícia Nacional pelo apoio e acompanhamento permanente”, diz um trecho da nota.

LEIA MAIS:
CRISTIANO RONALDO APROVEITA FOLGA PARA CURTIR O ATP FINALS
MOURINHO É O TREINADOR QUE MAIS FOI DERROTADO POR GUARDIOLA
TÉCNICO DA ITÁLIA AFIRMA QUE CRISTIANO RONALDO MERECE A BOLA DE OURO