Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Bruno Alves celebra boa fase no São Paulo: “Melhor ano da carreira”

O segundo turno do São Paulo no Campeonato Brasileiro foi muito conturbado. Apesar da queda de rendimento, boa parte dos zagueiros tricolores seguiram em alta com a torcida. Um deles foi Bruno Alves. O atleta, por sinal, reconheceu a boa fase.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Érico Leonan/Saopaulofc.net

No começo de 2018, Bruno Alves era a quarta opção para a zaga tricolor. Estava atrás de Robert Arboleda, Rodrigo Caio e Anderson Martins. Durante boa parte do Brasileirão, foi titular junto com o antigo defensor do Vasco da Gama. No fim do campeonato, segue no onze inicial – mas ao lado do equatoriano.

Por tudo isso, Bruno Alves acredita que o melhor ano de sua carreira futebolística está acabando. “Tive um ano muito sólido pelo Figueirense, em 2016. Entretanto, sei muito bem a diferença que é ter um ano tão bom como o que tive pelo São Paulo. É especial demais. Não tenho dúvida nenhuma que foi o melhor ano da minha carreira. Quero seguir em evolução para ajudar ainda mais o São Paulo”, afirmou, em entrevista ao repórter Leandro Canônico, do portal Globoesporte.com.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Na entrevista, ele ainda deu detalhes do porquê considerar 2018 um ano tão especial. “Tive uma grande sequência de jogos. não tive lesão nenhuma. Consegui evoluir bem. O ano de 2018 foi importante, de muita evolução. Sei o quanto a concorrência no São Paulo é grande. Muito me orgulha saber que pude me firmar no posto de zagueiro titular”, contou.

Em 2018, Bruno Alves atuou, ao todo, em quarenta e um jogos. O zagueiro, que chegou em 2017 no Tricolor, marcou dois gols na temporada que se encerrou no último dia 02 de dezembro.

LEIA MAIS
Sandro Forner, novo auxiliar do São Paulo, tem Série C e demissão por “pressão das redes sociais” no currículo
Ídolo do São Paulo, Pintado celebra continuidade como técnico… no São Caetano
Pela terceira vez nos últimos quatro anos, São Paulo não emplaca nem um jogador na Bola de Prata

As melhores notícias de esportes, direto para você