Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jovem cria projeto com carros de Fórmula 1 baseados nos times da NBA

Estudante de jornalismo une sua paixão pela Fórmula 1 e NBA em um único trabalho.

Gabriel Girardon
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução

Rodrigo Seraphim tem 21 anos e é estudante de jornalismo. Fora isso, nutre duas grandes paixões esportivas além do futebol: automobilismo e basquete. Mais especificamente, Fórmula 1 e NBA. Por isso, resolveu criar um projeto unindo os dois esportes.

Assim, nasceu um crossover – algo fictício, sem relação anterior – dos carros da F1 com os times da NBA. Cada uma das 30 franquias da maior liga de basquete do mundo estão representadas em seu trabalho (veja na galeria).

A relação de Seraphim com a velocidade é antiga. Em conversa com a reportagem do Torcedores.com, ele revela que lembra de acordar escondido dos pais para acompanhar um GP da Austrália. Isso aos três anos de idade. As brincadeiras com carrinhos também eram frequentes.

O basquete chegou mais recente em sua vida. Segundo ele, por volta de 2013, por influência de amigos da escola, começou a acompanhar a liga. Desde então, passou a ser um espectador assíduo. Já os trabalhos envolvendo desenhos com ficção também não são novidade.

Eu gosto bastante desse tipo de trabalho e costumo misturar frequentemente os temas de futebol e F1 – camisas, wallpapers e carros também. Eu acho que tem muito a ver com ser um hobby ou atividade paralela, já que eu por muito tempo fiz a mesma coisa mas sem envolver um computador, mais na imaginação e no papel mesmo”, revelou.

Seraphim já fez criações usando Fórmula 1, NBA e futebol. Usou como base as escuderias e times de basquete para criar camisas e uniformes futebolísticos. Ou ainda, por exemplo, elaborou uma escalação com grandes pilotos brasileiros na história da categoria.

Veja abaixo o projeto com os 30 carros dos times da NBA, além de outros trabalhos:

Repercussão de trabalho surpreendeu

O trabalho mais recente de Rodrigo Seraphim foi o crossover dos carros dos times da NBA. O jovem compartilhou seu projeto em um grupo de fãs da liga americana em uma rede social. A publicação gerou centenas de curtidas, além de muitos comentários parabenizando sua criação. Algo que gerou um misto de surpresa e alegria ao futuro jornalista.

“Eu até me assustei com o número de comentários porque estou acostumado com um feedback bem menor, até porque faço muito “pra mim”, pois gosto dessa linha e tal. Mas fiquei extremamente feliz também, e acho que a reação geral foi justamente pelo tom de surpresa, de algo diferente que no mundo real não existe e que envolve dois esportes que muita gente curte”, declarou.