Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Opinião: Cinco jogadores que estão surpreendendo neste início da NBA

Pode parecer que não, mas um quarto da temporada do melhor basquete do mundo já rolou. Até o momento, a liga vem apresentando surpresas, como a liderança do LA Clippers no Oeste e a fase ruim que vem assombrando o Golden State Warriors.

Rafael Bueno
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Los Angeles Lakers

No lado individual, como esperado, Lebron James, Antetokoumpo, Kawhi Leonard e Kevin Durant vêm tendo grandes atuações e liderando a corrida para MVP. Porém, alguns jogadores também estão surpreendendo dentro de quadra pelas suas performasses  neste início de campeonato.

Vejamos as maiores surpresas individuais:

1 – Zach LaVine – Chicago Bulls

Apesar da fraca campanha dos Bulls até aqui, o Ala Zach LaVine vem (e muito) chamando a atenção. Depois de ser trocado para Chicago na ultima temporada e sofrer com lesões, ninguém esperava que a este ponto Zach estivesse entre os 10 cestinhas da temporada. Hoje, ele é o 9° nesse quesito (25.6 pontos por jogo) e apontado por muitos como favorito a levar o prêmio MIP (Most Improved Player), prêmio que é dado ao jogador que mais evolui de uma temporada para outra.

Confira o comparativo entre temporada passada e a atual:

Temporada 2018/2019 – 25.7 ppg, 5.4 rpg, 4.5 apg, 1.0 spg, 0.6 bpg.

Temporada 2017/2018 – 16.7 ppg, 3.9 rpg, 3.0 apg, 1.0 spg, 0.2 bpg.

 

2 – Derrick Rose – Minessota Timberwolves

O MVP da temporada 2010/2011 parece finalmente estar conseguindo jogar o seu melhor basquete.

Derrick Rose teve até aqui uma carreira muito prejudicada por lesões, fato que inclusive fez com que ele repensasse sobre continuar jogando ao final da temporada passada. Porém, até aqui, a temporada está sendo a do renascimento do atleta.

Conseguindo se manter bem fisicamente pela primeira vez em anos, o jogador tem começado os jogos no banco e vem obtendo números expressivos até aqui. O maior exemplo de que ele está cada vez mais seguro e confiante foi sua grande atuação na partida contra o Utah Jazz (31/10/18), quando ele conseguiu a melhor marca em pontos de sua carreira em um só jogo (50).

Confira o comparativo entre temporada passada e a atual:

Temporada 2018/2019 – 19.1 ppg, 3.4 rpg, 4.5 apg, 0.5 spg, 0.3 bpg.

Temporada 2017/2018 – 8.4 ppg, 1.4 rpg, 1.5 apg, 0.3 spg, 0.2 bpg.

 

3 – Tobias Harris – LA Clippers

Sem dúvidas, a grande surpresa agradável desta temporada é a equipe do Los Angeles Clippers que, de maneira inesperada, vem liderando o Oeste até o momento.

Mas muito deste sucesso se deve a Tobias Harris, jogador pouco badalado que vem comandando o time até aqui com 21.4 pontos por jogo, número que é muito maior do que sua média na carreira que é de 14.9.

O jogador está em seu 7° ano de NBA e já está em sua 4ª equipe. Passou por Milwaukee, Orlando Detroit e agora Clippers e tenta chegar aos playoffs pela segunda vez na carreira, já que em 2016 participou da pós-temporada com a Equipe do Detroit Pistons.

Temporada 2018/2019 –21.4 ppg, 8.5 rpg, 2.4 apg.

Temporada 2017/2018 – 18.6 ppg, 5.5 rpg, 2.4 apg.

 

4 – JaVale McGee – LA Lakers

Ano passado o pivô foi campeão com o Golden State Warriors, tendo pouca participação durante a temporada com média de apenas 9.5 minutos jogados por partida.

Então, Lebron James recrutou McGee para Los Angeles e, desde então, o jogador vem sendo muito participativo dentro da equipe dos Lakers, tendo agora 24.1 de tempo em quadra, melhorando suas estatísticas em todos os quesitos. Inclusive, ele esta se tornando um dos lideres da NBA em Blocks ao lado de Hassan Whiteside, do Miami Heat.

Outro fator importante é que McGee saiu do posto “esquenta banco”, já que ele vem saindo em todas as partidas como titular e sua média de tempo em quadra é a maior desde 2011-12, quando atuava pela equipe do Washington Wizards.

Temporada 2018/2019 – 12.1 ppg, 6.4rpg, 1.0apg 2.7 bpg.

Temporada 2017/2018 –  4.8ppg, 2.6rpg, 0.5apg 0.9 bpg.

5-  DeAndre Jordan – Dallas Maverics

Mais um pivô nesta lista, e o quesito pelo qual este está aqui, tenho certeza que NINGUÉM  esperava.

Antes da temporada começar, DeAndre Jordan era visto como um dos piores, se não o pior, batedor de lances livres da liga. Mas, o Pivô que faz sua primeira temporada no Dallas Maverics e deixou essa historia para atrás, evoluindo muito nesse fundamento do jogo.

Depois de ter uma média geral abaixo de 50% de aproveitamento em sua carreira, a temporada 2018-19 vem sendo diferente, pois o Jordan, até aquiestá com o aproveitamento de 75.6% na linha do lance livre.

Tal fato levou inclusive o técnico da equipe a escolher o jogador para cobrar uma Falta Técnica durante o jogo da equipe texana.

 

LEIA MAIS: 

VEJA OS CINCO MAIORES SALÁRIOS DA NBA