Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Há 13 anos Corinthians era tetracampeão brasileiro; relembre a campanha

Há exatos 13 anos, o Corinthians conquistava o seu quarto Campeonato Brasileiro. O ano começou cheio de expectativas após grandes contratações como Carlitos Tevez, Carlos Albeto, Sebá, Roger, Gustavo Nery, Marcelo Mattos e Mascherano, jogadores trazidos pela MSI, parceira do Corinthians na época.

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Divulgação/Twitter

Já conhece o Fantasy Torcedores? Entre em e escale seu time!

Apesar de ter conquistado o título no final do campeonato, o ano foi de momentos conturbados e cheio de polêmicas. Para levantar a taça, o Corinthians teve que passar por situações difíceis e superar problemas dentro e fora de campo: foram três treinadores, jogos remarcados e a redenção final.

 

O início com Daniel Passarela

O início foi desastroso. Nos três primeiros jogos, foram duas derrotas, sendo um 5 a 1 para o arquirrival São Paulo, e um empate. Inclusive, a goleada sofrida contra um dos maiores rivais culminou na demissão do até então treinador, com direito a invasão de torcedores no campo, objetos sendo atirados nos jogadores e muita confusão. Resultado: como punição, dois jogos com portões fechados a serem realizados em Mogi Mirim, contra Flamengo e Fluminense.

O auxiliar Márcio Bittencourt assume 

Com o novo treinador, o time começou a vencer. Foram cinco vitórias seguidas e a chegada do Corinthians até as primeiras posições da tabela. A arrancada para o título simbólico do primeiro turno havia começado, e foi concluída com uma vitória em cima do Goiás na última rodada, no Pacaembu, em um jogo emocionante que teve o gol da vitória apenas aos 40 minutos do segundo tempo.

Começo conturbado de segundo turno e mais uma demissão

O Corinthians oscilou no começo do segundo turno, com uma derrota e um empate nos dois primeiros jogos. Porém, depois de declarações polêmicas do presidente do Flamengo sobre Tevez, o argentino fez dois gols e garantiu uma vitória por 3 a 1, em pleno Maracanã. Entretanto, quando tudo parecia nos trilhos e o bom trabalho de Bittencourt seguindo adiante, o presidente do Corinthians resolveu demitir o treinador, mesmo com um trabalho sólido. O novo técnico contratado foi Antônio Lopes.

Veja os palpites dos especialistas para Junior Barranquilla x Atlético-PR

A grande máfia do Apito

No dia 02 de outubro, houve uma mudança repentina de cenário: 11 jogos apitados por Edílson Pereira de Carvalho foram anulados por conta de diversas manipulações nos resultados. Após conseguir uma ótima sequência nos jogos que foram repetidos, o Corinthians abriu 10 pontos sobre o segundo colocado Goiás e arrancou para o título. Destaque para uma vitória de 3 a 2 contra o Santos, na Vila Belmiro, e um empate heroico contra o Palmeiras por 1 a 1.

O histórico 7 a 1 

Um dos jogos mais marcantes da campanha do título foi o humilhante 7 a 1 imposto ao Santos. O jogo também foi importante para o Corinthians retomar a confiança e continuar firme na liderança. Tevez marcou três gols e mais uma vez foi decisivo para a vitória.

O polêmico jogo contra o Internacional 

O Corinthians esteve tranquilo na liderança por muito tempo. Entretanto, já na reta final, o timão engatou uma sequência ruim de resultados e teve que enfrentar o vice-líder Internacional com ares de decisão. No Pacaembu, em uma partida de muita pressão, mais uma polêmica marcou o campeonato: o arbitro do jogo deixou de marcar um pênalti crucial para o Colorado em cima de Tinga e ainda expulsou o jogador por simulação, acontecimento que revolta torcedores do time Gaúcho até os dias de hoje. O fato é que o jogo terminou em 1 a 1, com gols de Rafael Sóbis e e Tevez, e o Corinthians ficou muito perto do título.

A confirmação do título 

No Serra Dourada, contra o Goiás, o Corinthians confirmou o quarto título brasileiro de sua história. Porém, a conquista veio com uma derrota de virada por 3 a 2, o que não estragou a festa da torcida alvinegra. Tevez ganhou o prêmio da Bola de Ouro como melhor jogador do campeonato, além de ter sido vice-artilheiro com 20 gols, dois atrás de Romário, do Vasco.

Na campanha do tetra, o Corinthians fez 42 jogos, tendo 24 vitórias, 9 empates, 9 derrotas, 87 gols a favor e 59 gols contra.

LEIA MAIS:

Confira os números de Jair Ventura no Timão