Futebol

Com efetivo maior que o de um Real Madrid x Barcelona, final da Libertadores será “maior risco da história da cidade”, diz polícia de Madrid

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter/Reprodução

River Plate x Boca Juniors será a segunda partida da final da Copa Libertadores da América de 2018. O jogo acontecerá no estádio Santiago Bernabeu, em Madrid, neste domingo (09), às 17h30 (Horário de Verão). A polícia da capital da Espanha está em alerta máximo para o Superclásico argentino. As próprias forças de segurança da cidade classificaram a final como “o maior risco da história”. As informações são do Olé, principal jornal esportivo da Argentina.

De acordo com a publicação, o número de policiais destacados para River Plate x Boca Juniors é maior que o de um Real Madrid x Barcelona. Habitualmente, dois mil homens são destacados para fazer a segurança no Clásico espanhol. O número do efetivo para a final da Copa Libertadores da América foi divulgado em outro veículo de comunicação argentino: o La Nación. Entre quatro e cinco mil, de acordo com Serafín Giraldo, porta-voz da polícia madrilenha. Para a instituição, serão 150 mil euros investidos na segurança doe evento.

Veja os palpites dos especialistas para River Plate x Boca Juniors

Os processos de segurança também foram detalhados. Desde a manhã espanhola o Paseo de la Castellana (principal via de acesso ao Santiago Bernabeu) estará fechado. Do aeroporto de Barajas, maior da Espanha, ônibus levarão separadamente torcedores do River Plate e do Boca Juniors, tomando cuidado para que eles não se cruzem no caminho.

Um helicóptero transmitirá imagens em tempo real do Santiago Bernabeu e arredores. Cães estão treinados para identificar objetos. Até mesmo especialistas em subsolos estão no efetivo, para identificar possíveis túneis. A polícia argentina colaborará com uma lista de 800 barrabravas que têm limitações de acesso em estádios durante o período em que a partida ocorrerá.

LEIA MAIS
“Com sorveteria quase do lado”, Rio Claro oferece estádio para final da Libertadores
Riquelme: “Quem marcar primeiro na final da Libertadores tem imensa vantagem”
Fã de Guardiola, Matías Biscay comandará o River Plate na final da Libertadores; conheça