GSP descarta luta contra Anderson Silva: “Há muito mais a perder do que a ganhar”

Georges St-Pierre ainda segue fora do MMA  e sem nenhuma sinalização de que irá voltar a lutar tão cedo. Enquanto segue fora, as especulações sobre o seu retorno continuam, como uma superluta contra Anderson Silva. Porém, isto não faz parte dos planos de GSP.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial UFC

O canadense deu entrevista ao The Luke Thomas Show e disse que não há interesse dele em encarar o ‘Spider’. Para o ex-campeão dos médios e meio-médios do Ultimate, enfrentar o brasileiro não lhe traria muitos atrativos para sua carreira neste momento.

“Sobre essa luta com o Anderson Silva, tem-se falado muito dela. Me ofereceram essa luta umas duas vezes, a primeira delas quando eu estava nos meio-médios. Não lembro quando,  mas conversei com o Dana (White) e o Lorenzo (Fertitta) e a condição era que eu fizesse a luta em peso-casado, porque eu queria depois voltar para minha divisão”, afirmou GSP.

“A segunda foi quando eu parei, depois da luta contra o Johny Hendricks. O Dana me enviou uma mensagem perguntando se eu queria enfrentar o Anderson. Mas não queria lutar com ninguém naquela hora. Disse não e fiquei quatro anos fora. Mas as coisas mudaram, o Anderson perdeu. Agora não seria interessante. Há mais a perder do que ganhar com essa” completou o canadense.

St-Pierre respondeu a uma crítica do brasileiro afirmando que estaria ‘fugindo’ de um combate contra ele. O canadense negou a acusação de ‘covardia’ e disse que ‘teve medo’ em todas as lutas que fez na carreira.

“Estou sempre com medo, não importa contra quem eu lute. Mas fiz dezenas de coisas na carreira, lutei contra muita gente. As coisas que fiz foram sempre  com coragem e eu as fiz. Sim, tive problemas. Não sou perfeito, tive meus problemas, mas te digo uma coisa, não sou covarde. Essa é a verdade. Até mesmo quando estou com medo, eu vou lá e faço. E fui o que fiz a cada luta”, disse.

 

LEIA MAIS

Ben Askren fará sua estreia no UFC em março contra Robbie Lawler

Gabi Garcia volta ao Rizin para enfrentar kickboxer brasileira

 

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial UFC)