Extra-campo

Opinião: Jhonny Lucas ainda na mira do Vasco; clube deve oferecer jogadores na negociação

Publicado às

Jornalista. Jornalismo no sangue, poesia na veia e Vascão no coração

Crédito: Reprodução/Facebook Jhonny Lucas interessa a clubes europeus também

Sonho de consumo, no momento, do Cruzmaltino, a diretoria ainda não descartou sua contratação, e pretende, na próxima semana, bater o martelo. A última cartada do clube para contratar o jovem volante deve incluir três atletas.

Para tirar Jhonny Lucas do Paraná, o Vasco da gama pretende oferecer, como ‘moeda de troca’, os jogadores Rafael Galhardo, Jomar e Guilherme Costa.

Este último, seria um erro ser envolvido no negócio, pois é jovem e talentoso e só precisa de tempo e espaço para estourar no próprio Vascão. É só lembrar o caso de Matheus Vital, pouco aproveitado pelo Vasco, é um dos principais jogadores do Corinthians (comprado por uma merreca).

Entretanto, este acerto pode não se concretizar, e Guilherme Costa, juntamente com seus companheiros de time, pode não ir parar na Vila Capanema. Desejo do time paranaense, por hora, é somente a venda do atleta.

A situação financeira do Tricolor do Paraná não é das melhores (assim como a do Vasco), e a intenção real do clube é vender sua principal revelação para dar um reforço no caixa. Principal alvo dos paranistas é o mercado europeu.

Existe, inclusive, uma carta de intenções do Arsenal, da Inglaterra, oferecendo 12 milhões de euros pelo garoto, só esperando a janela de transferência abrir. Outros clubes, como Mônaco e Shakhtar também monitoram o volante de 18 anos.

Missão inglória, essa do Gigante da Colina, se tiver que brigar com os endinheirados europeus, caso não avancem as negociações encabeçadas por Alexandre Campello, presidente vascaíno, e sua trupe.

A não ser que o clube venda o volante Andrey. Desse modo, teria um bom dinheiro no cofre cruzmaltino para novas contratações, como a do volante paranista.

Jhonny Lucas iniciou sua carreira no Paraná Clube, aos 6 anos, no futsal. Com 11 anos, entrou para as categorias de base do clube, onde estreou, como profissional, com 17 anos, jogando pela Série B, ano passado.