Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

MAC crítica São Paulo pela demissão de Aguirre e diz o que faltou para levar o título brasileiro

A grande arrancada do São Paulo que resultou no título simbólico de campeão do primeiro turno do Brasileirão 2018 gerou expectativa de título, mas a falta de opções no elenco para suprir lesões custou caro e o Tricolor desabou para quinta colocação e terá de jogar na fase preliminar para brigar para ir aos grupos da Libertadores.

Péterson Neves
Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale. Contato: petersongneves@gmail.com

Crédito: Laura Zago/CBF

Em participação especial no Jogo Aberto, da Band, Marco Aurélio Cunha, ex-diretor de futebol do Tricolor, se colocou à disposição do time do Morumbi, diz apoiar o trabalho do presidente Leco e o diretor-executivo de futebol Raí, mas foi contra a saída do técnico Diego Aguirre antes do final do nacional.

Não concordei com a saída precipitada. Acho que foi uma deselegância que poderia ter esperado para cometer com o Aguirre. Alguém vai perguntar: ‘você fez a mesma coisa com o Ricardo Gomes [2016]’. Naquele período, estavamos pensando na mudança e o resultado não mudaria mais. O São Paulo havia escapado de um rebaixamento difícil e projetava outras coisas para o outro ano“, afirmou.

Veja os PROGNÓSTICOS de nossos especialistas para Kashima Antlers x Real Madrid

Havia muito a agradecer ao Diego Aguirre por aquele momento fantástico no primeiro turno que até iludiu um pouco o são-paulino, imaginando que a gente poderia ter a mesma força no segundo turno e todos nós. Fica dificil você poder continuar sendo tão efetivo como no primeiro turno com jogadores mais velhos. Um campeonato de resistência antes de tudo. Faltou resistência ao São Paulo em algumas trocas de jogadores quando necessário para poder manter o mesmo padrão. Então, era explicavel isso acontecer“, completou.

Aguirre foi contratado em março para substituir Dorival Júnior e deixa o São Paulo na quinta posição do Brasileirão, com 58 pontos. No total, ele comandou o time em 43 jogos, com 19 vitórias, 15 empates e nove derrotas. Um aproveitamento de 55,8% dos pontos.

Talvez tenha que ser lembrado que o treinador fez um grande primeiro turno. Fiquei sentido porque isso gera uma insegurança do mercado em relação ao quem o São Paulo vai contratar. Quer dizer, amanhã serei eu. Você tira condições do clube ser estável, clube que tem proposta e vai que até o final, que respeita o treinador. Acho que isso eu não teria feito. Com todo respeito as decisões, adoro o Raí e vou apoiar sempre. Quando precisarem de mim, vou estar à disposição sempre“, finalizou.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

LEIA MAIS
NENÊ DEFENDE RODRIGO CAIO E DIZ QUE CRÍTICAS AO ZAGUEIRO SÃO-PAULINO SÃO INJUSTAS
JEAN DIZ COMO LIDA COM ‘SOMBRA’ DE CENI E NÃO TEME CONTRATAÇÃO DE NOVO GOLEIRO
LIBERTADORES 2019: VEJA QUEM SÃO OS POSSÍVEIS ADVERSÁRIOS DO SÃO PAULO NA SEGUNDA FASE