Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Maradona presta solidariedade a zagueiro que sofreu racismo na Itália: “Estou ao seu lado”

O caso de racismo sofrido por Kalidou Koulibaly segue repercutindo no mundo. Na partida Internazionale de Milão x Napoli, jogo realizado na última quarta-feira (26), o zagueiro do time do Sul da Itália ouviu sons de macaco durante boa parte da partida. Muitos saíram em defesa do atleta senegalês, e ele ganhou mais um importante apoio hoje. Trata-se de Diego Armando Maradona, dos grandes jogadores da história do futebol mundial e do próprio clube napolitano.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Instagram/Reprodução

Em sua conta no Instagram, Maradona prestou solidariedade a Koulibaly. Em três idiomas (italiano, espanhol e inglês), ele relembra que também sofreu racismo na Itália. Até hoje, quando vai jogar em cidades do Norte italiano, clubes do sul (caso do Napoli) são recebidos com faixas escritas “Bem-vindo à Itália”.

Confira abaixo a postagem de Diego no Instagram:

Visualizar esta foto no Instagram.

Ho giocato sette anni con il Napoli e anch'io ho subito cori razzisti da alcune tifoserie. Ricordo ancora gli striscioni che recitavano "Benvenuti in Italia". Mi sento ancora più napoletano e oggi voglio essere vicino a @kkoulibaly26. Spero che questo episodio segni un punto di svolta, per eliminare una volta per tutte il razzismo dal calcio. Un saluto a tutti! #NoalRazzismo Yo jugué siete años en el Napoli, y también sufrí los cantos racistas de algunas hinchadas. Todavía me acuerdo de las banderas que decían "Bienvenidos a Italia". Yo me siento un napolitano más, y hoy quiero estar al lado de Kalidou Koulibaly. Espero que todo esto marque un antes y un después, para terminar de una vez con el racismo en el fútbol. Un saludo a todos! #NoalRacismo I played for seven years in Napoli, and I also suffered the racist songs of some fans. I still remember the flags that said "Welcome to Italy". I feel Neapolitan and today I want to be with Kalidou Koulibaly. I hope that all this helps to end with racism in football once and for all. Greetings to all! #NoRacism

Uma publicação compartilhada por Diego Maradona Oficial (@maradona) em

LEIA MAIS
Nos EUA, atleta é obrigado a cortar dreadlocks antes de luta olímpica; árbitro é acusado de racismo
Charge de Serena Williams no US Open sofre acusação de racismo
Ex-jogador da NFL acusado de agressão à ex-namorada assina com o UFC; saiba mais

As melhores notícias de esportes, direto para você