Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Com Messi na liderança e Neymar no top-10, confira a lista dos principais goleadores na Europa em 2018

Apesar da frustração em mais uma Copa do Mundo e também pelo fato de ficar de fora no topo dos prêmio The Best e Bola de Ouro, o atacante Lionel Messi vivenciou mais uma temporada de bons números na Europa. Ao longo de 2018, o camisa 10 do Barcelona repetiu atuações decisivas pela equipe catalã e findou o ano como o maior artilheiro no Velho Continente.

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter, @cidovieira90.

Crédito: Reprodução - Facebook

Com 47 gols marcados, Lionel Messi aparece no topo do ranking, com uma boa diferença para seu principal oponente Cristiano Ronaldo – o atacante português, agora na Juventus marcou 43 vezes no ano.

Artilheiro da atual edição do Campeonato Espanhol, Messi tem a impressionante marca de 15 gols em 17 partidas do clube blaugrano na competição.

Referência ofensiva do PSG ao lado de Cavani e Mbappé, Neymar finalizou 2018 como o décimo maior goleador da elite europeia. O camisa 10 da equipe parisiense fechou o ano com 27 gols marcados – um menos que Cavani e dois a mais em relação à Mbappé.

CONFIRA O TOP-10 COM OS MAIORES GOLEADORES DE 2018 NA EUROPA:

1º – Messi – 47 gols

2º – Cristiano Ronaldo – 43 gols

3º – Lewandowski – 42 gols

4º – Salah – 37 gols

5º – Harry Kane – 34 gols

6º – Griezmann – 33 gols

7º – Suárez – 32 gols

8º – Thauvin e Immobile – 30 gols

9º – Cavani e Aguero – 28 gols

10º – Neymar e Bale – 27 gols

11º – Mbappé, Aubameyang e Icardi – 25 gols

LEIA MAIS:
RETROSPECTIVA 2018: OS MELHORES DO ANO NO FUTEBOL INTERNACIONAL PARA A COLUNA PAPO TÁTICO
GRUPO DONO DA INTER DE MILÃO “CONTRATA MESSI SE QUISER”, AFIRMA BRASILEIRO QUE JOGOU NO CLUBE ITALIANO
KAKÁ RELEMBRA PASSAGEM PELO REAL MADRID E FALA SOBRE RELAÇÃO COM MOURINHO: “EU ACHAVA QUE EU TINHA QUE JOGAR E ELE NÃO”