Mercado da Bola: Presidente do Grêmio libera Ramiro ao Corinthians para evitar multa de R$30 milhões

O meia Ramiro, do Grêmio, está cada vez mais próximo do acerto com o Corinthians. Titular do clube gaúcho nas últimas temporadas, o jogador foi liberado pelo presidente Romildo Bolzan para fechar com a equipe paulista, especialmente porque o negócio evita que o tricolor pague uma multa de quase R$30 milhões.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Lucas Uebel/Grêmio

Isso porque Ramiro possui um percentual de seus direito econômicos pertencentes ao empresário Giuliano Bertolucci. O agente comprou uma parte do meia e do zagueiro Bressan, em 2014, quando o Grêmio ainda era presidido por Fábio Koff. O negócio envolvia ressarcimento posterior ao empresário, porém, com o empréstimo do defensor ao Dallas FC, dos Estados Unidos, e com a ida de Ramiro ao Corinthians, o clube gaúcho se livra da multa de 8 milhões de dólares ao empresário.

Em entrevista ao jornal Zero Hora, Bolzan confirmou que as duas saídas foram “amarradas em um negócio só”.

“Está praticamente encaminhado o negócio do Ramiro. Faz parte da disposição do jogador, que quer dar um passo à frente. É mais do que legítimo isso.”

Quer saber quem chega e quem sai dos clubes do Brasil e do mundo?

 

O Grêmio possui apenas 10% do atleta e não deve ter lucro efetivo com a compra do Corinthians. “Não gostaria de perder o Ramiro. Mas o Gilnei (Benetti, agente de Ramiro) já tinha falado comigo duas vezes neste ano. Na última, foi uma proposta de empréstimo para o exterior e não concordei. Só que agora significa uma quitação muito mais ampla. Os dois saem [ele e Bressan], eliminamos o potencial passivo e vamos em frente”, completou.

Leia mais:
Nikão revela luta contra alcoolismo após título do Atlético-PR na Sul-Americana: “me libertei”

VÍDEO: Veja os melhores momentos de Young Boys x Juventus

Jorge, ex-lateral do Flamengo, comemora estreia pelo Porto na Liga dos Campeões

VÍDEO: Veja os melhores momentos de Barcelona x Tottenham

Presidente do Atlético-MG descarta retorno de Diego Tardelli ao clube