Renato não esquece Libertadores e evita Conmebol: “Prefiro não falar nada”

Ainda machucado pelos acontecimentos que envolveram o Grêmio nesta Libertadores, Renato Gaúcho preferiu “pular” a pergunta sobre a Conmebol em entrevista concedida nesta semana ao canal Bunker Tricolor, do YouTube. Mesmo sentindo-se no direito de apresentar recurso de reversão de pontos pela derrota para o River Plate, o tricolor teve a sua demanda negada pela entidade.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.
Grêmio

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

“Prefiro não falar”, resumiu Renato quando perguntado sobre a Conmebol.

Na derrota para os argentinos na Arena, o Grêmio queixou-se das infrações cometidas pelo técnico rival Marcelo Gallardo, que, mesmo suspenso, desceu ao vestiário para orientar seus jogadores. Ainda assim, a Conmebol não validou o recurso apresentado pela defesa dos gaúchos e manteve o River na final da Libertadores.

No jogo seguinte à polêmica contra o River, o Grêmio venceu fora de casa o Atlético-MG por 1×0 ainda com o julgamento pendente. Na ocasião, Renato disse que a entidade só teria “dois caminhos” a seguir:

“Estamos na expectativa. Mas eu estou tranquilo. A Conmebol tem duas opções: sua credibilidade ou não. Se tiver, vamos ir à final da Libertadores. Caso não pensem desse jeito, eles perdem a credibilidade. E perdem com todo mundo. Nós estamos tranquilos. Se for às claras, se for um julgamento normal, não político, estaremos na final da Libertadores”, falou.

Presidente não nega que as relações ficaram estremecidas

Quem liderou a defesa do Grêmio junto à Conmebol foi o presidente Romildo Bolzan, que, por óbvio, não digeriu com facilidade o resultado final do pleito no tribunal. Com o mandatário, as relações junto à entidade ficaram estremecidas e a prova disso é que ele não irá ao sorteio da fase de grupos do torneio de 2019, no evento marcado para o próximo dia 17.

Em entrevista publicada pelo site da ESPN Brasil, o mandatário do Grêmio revelou que o clube será representado na solenidade por outros dirigentes e voltou a fazer fortes críticas à Conmebol:

“A Conmebol vai fazer uma festa para marcar o campeonato do ano que vem sem saber o campeão deste ano. Esse novo sorteio não terá nenhum glamour. O Grêmio estará presente no sorteio através do André Zanotta (executivo), do Duda Kroeff (vice de futebol). Eu não vou, porque tenho coisas mais importantes para fazer, como preparar o time para o ano que vem, para ganhar no campo”.

Campeão em 1983, 1995 e 2017, o tricolor está garantido na fase de grupos do torneio de 2019.

LEIA MAIS:

Sondado pelo Grêmio, centroavante se agrada com a ideia de trabalhar com Renato: “Seria lindo”

Renato revela maior frustração no Grêmio e quem foi definitivo para a sua permanência: “Pesou muito”

Damião se irrita na web e dispara contra jornalista Fabiano Baldasso: “Tu não tem nosso respeito”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram