Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

13 anos do Tetra: saiba onde estão os campeões do Brasileirão de 2005 com o Corinthians

O Corinthians terminou o Campeonato Brasileiro de 2018 com o alívio da permanência na Série A. Há 13 anos, as coisas eram totalmente diferentes. O Timão conquistava seu quarto título da maior competição nacional. Saiba onde os jogadores tetracampeões estão hoje em dia.

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Reprodução

Em 2018, o Corinthians venceu o Campeonato Paulista, mas sofreu para permanecer na primeira divisão do nacional. Até a penúltima rodada do Brasileirão, o time alvinegro tinha chances de rebaixamento. Seria a primeira vez que um clube campeão seria rebaixado na temporada seguinte no torneio na Era dos Pontos Corridos.

O ano de 2017 foi histórico. Comandado por Fábio Carille, o Corinthians venceu o sétimo título nacional. Ganhou o primeiro em 1990. Depois, venceu em 1998, 1999, 2011 e 2015, além do título conquistado em 2005. Inclusive, nesta terça-feira (04), a conquista do tetracampeonato completou 13 anos.

Saiba onde está os principais atletas do quarto título brasileiro do Corinthians!

Fabio Costa – O goleiro do Corinthians em 2005 se aposentou em 2013. Ele teve passagens por Santos, Atlético Mineiro e São Caetano após sair do clube de Parque São Jorge em 2006.

Marcelo – Revelado pelo clube alvinegro, o reserva da vaga no Corinthians jogou até 2015 como profissional. Saiu do clube em 2008, atuou em times como Bahia,  Atlético Mineiro, entre outros, e se aposentou no Marília-SP.

Júlio César – O terceiro goleiro da equipe era o então jovem Julio César. Campeão em 2011 como titular, o arqueiro atualmente joga no Red Bull Brasil após passagem pelo Náutico.

Betão – Defensor do Corinthians na conquista de 2005, Betão conseguiu, em 2018, subir com o Avaí à elite do Campeonato Brasileiro. O jogador passou pelo futebol ucraniano após sair do clube paulista.

Sebá – Um dos jogadores mais criticados pelo torcedor naquele elenco, atualmente participa de eventos de Crossfit. Ele encerrou sua carreira com 35 anos no Velez Sarsfield. Sebá até lançou um livro após sua saída do Corinthians.

Marinho – Campeão em 2005 e rebaixado com o clube dois anos depois, Marinho se aposentou em 2009. Atualmente, vive sua vida com os familiares.

Eduardo Ratinho – Promessa em 2005, hoje com 31 anos, é dono de um posto de gasolina.

Coelho – Cobrador de falta daquele time, Coelho jogou por Bahia e Atlético Mineiro depois da saída do Corinthians. Hoje em dia, é auxiliar técnico do clube.

Gustavo Nery – Revelado pelo Santos e com passagem pelo São Paulo, Gustavo Nery chegou à Seleção Brasileira entre 2001 e 2006. Atualmente, cuida de uma oficina especializada em blindagem, funilaria e mecânica, a RJG Car Service, em São Bernardo do Campo-SP.

Fininho – O lateral-esquerdo se aposentou com 29 anos. Estava atuando no Metalist-UCR. Hoje em dia é gerente de futebol.

Veja os palpites dos especialistas para Junior Barranquilla x Atlético-PR

Marcelo Mattos – Em seu primeiro ano de Corinthians, o volante marcou gol no histórico 7 a 1. Sua primeira passagem durou até 2007. Atualmente faz parte do elenco do Vasco, porém, completou em setembro dois anos sem atuar devido à série de lesões no joelho.

Bruno Octávio – Primo do ex-goleiro Ronaldo, o volante tentou seguir a carreira vitoriosa de sua família no Corinthians, mas não conseguiu. Após altos e baixos no alvinegro, ele rodou por diversas equipes até parar no Marcílio Dias, do Paraná, seu último clube.

Mascherano – Um dos maiores zagueiros da história da Argentina era volante no Corinthians em 2005. Após fazer história no Barcelona, e passar por Liverpool e West Ham na Premier League, Mascherano atualmente está no futebol chinês.

Carlos Alberto – O meia foi um dos principais reforços da temporada 2005 e obteve destaque na campanha vencedora do Brasileirão. Tinha vindo do Porto, que tinha ganhado a Uefa Champions League sob o comando de José Mourinho. Em 2006, ele se transferiu ao Fluminense. O carioca não atua há mais de um ano desde a saída do Atlético-PR e pode assinar contrato com o Boavista-RJ para a disputa do Carioca 2019.

Rosinei –  O meia atuou pelo Timão entre 2004 e 2007 e deixou o clube com o título brasileiro de 2005. Aos 35 anos, ele pendurou as chuteiras no primeiro semestre de 2018 após passagem pelo Juventus-SP.

Roger – Meia na conquista do Tetra, Roger é comentarista esportivo atualmente da Rede Globo de Televisão.

Hugo – Reserva de luxo daquele elenco, Hugo fez história no tricampeonato seguido do São Paulo quando saiu do Parque São Jorge. Se aposentou em 2017 e seu último clube foi o Juventude.

Nilmar –  Aos 34 anos, ele está sem clube desde a saída do Santos em 2017. O jogador teve o contrato suspenso para tratamento de depressão e em julho deste ano afirmou que não tinha prazo para retornar aos gramados.

Tevez – Reforço mais caro da história do Corinthians, o argentino não decepcionou em sua curta passagem pelo Parque São Jorge. No clássico, o atacante fez três gols. Hoje, aos 34 anos, ele é reserva do Boca Juniors, finalista da Libertadores de 2018.

 – Cria do Terrão, o atacante ainda estava no início de carreira quando disputou o Brasileirão 2005. 12 anos mais tarde, em sua segunda passagem pelo Corinthians, Jô foi decisivo nas conquistas do Paulistão e Brasileirão. No final de 2017, ele aceitou oferta do Nagoya Grampus e vem se destacando no clube japonês.

Rafael Moura – Reserva em 2005, “He-Man” acabou de ser rebaixado pela quinta vez na carreira. Estava no América-MG em 2018, que caiu para a segunda divisão.

Bobô – Outro atacante do Corinthians em 2005 era Bobô. Ele, que chegou a jogar pela Seleção Brasileira, passou pelo Grêmio e Besiktas nos últimos anos. Atualmente, está no futebol australiano.

Antônio Lopes – O Corinthians foi dirigido por dois treinadores. Márcio Bittencourt, que atualmente trabalha com a base do clube corintiano, passou a maioria do tempo no comando da equipe. Entretanto, quem levantou a taça foi Antônio Lopes. Esteve na gestão do Botafogo em 2017. O Vasco estuda a contratação do profissional para 2019, mas como gerente.

LEIA MAIS:

Carlitos Tévez afirma que quer voltar a jogar no Corinthians

Três anos do Hexa: apenas oito jogadores do elenco de 2015 permanecem no Corinthians em 2018