Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tévez impediu que Boca disputasse a final da Libertadores após ataque, afirma jornal argentino

De acordo com informações do jornal argentino “Clarín”, o experiente Carlito Tévez foi o principal responsável por intervir na não realização da segunda partida da final da Libertadores após os lamentáveis ataques ao ônibus do Boca Juniors. Segundo o periódico, Tévez teria atravessado a decisão do presidente do clube xeneize, Daniel Angelici, liderando assim um movimento entre os jogadores para que a equipe não entrasse em campo no dia 24 de novembro. 

Cido Vieira
Jornalista graduado. Redator do Torcedores.com desde 2017. Repórter na rádio Provisão FM Caruaru.

Crédito: Divulgação - Boca Juniors

Já conhece o Fantasy Torcedores? Entre em e escale seu time!

Após o incidente, os bastidores do Monumental de Nuñez ficaram movimentadíssimos, ocorrendo diversas reuniões entre representantes das duas equipes e também da Conmebol para a definição se de fato o Superclassico seria realizado ou não. A indefinição pairou por cerca de cinco horas, até chegaram em consenso do adiamento da final para o dia seguinte. Alegando falta de condições iguais e totalmente insatisfeito, o Boca Junior se negou novamente a entrar em campo.

A publicação do “Clarín” trouxe várias informações de bastidores daquela tarde, o jornal informa que entre os acontecimento, o presidente do Boca teria entrado no vestiário de sua equipe e teria dado um suposto ultimato.

Veja os palpites dos especialistas para River Plate x Boca Juniors

“Teremos de jogar. A Conmebol está nos obrigando. Se não entrármos no campo, perderemos os pontos da partida”, afirmou o dirigente. Tévez retrucou: “Nós jogamos é o c…”

Em entrevista concedida à imprensa que acompanhava os desdobramentos, Tévez utilizou os microfones para fazer revelações: “Estão nos obrigando a jogar” – disse o ídolo do Boca.

No plantel xeneize houve uma certa divisão sobre a realização da final naquele dia, enquanto Gago e Benedetto reforçaram a posição de Tévez, Buffarini, Abila, Andrada, Wilmar Barrios, Villa e Izquierdoz mostraram-se dispostos a jogar e disputar o título mesmo assim. O próprio Pablo Pérez, vítima mais grave do ataque, perdendo momentaneamente 50% da visão de um dos olhos, em virtude dos estilhaços de vidro, se prontificou a jogar, caso fosse essa a última opção.

O presidente do Boca também teve uma reunião com Rodolfo D’Onofrio, dirigente do River Plate, com quem nutre uma boa relação. O jornal diz que o encontro foi marcado por palavras forte, mas que não resultou em nada.

O duelo entre River Plate x Real Madrid está remarcado para o próximo dia 9 de dezembro, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

Sobre o Fantasy Torcedores

A Libertadores é uma das grandes atrações do Fantasy Torcedores. Já pensou escalar atletas das principais equipes da América do Sul em um mesmo time? No Fantasy Torcedores é possível. Basta clicar em https://fantasy.torcedores.com, fazer o cadastro, criar e começar a jogar.

Ainda não joga? Clique em e escale seu time!

 

LEIA MAIS:
INGRESSOS PARA FINAL DA LIBERTADORES SÃO VENDIDAS POR ATÉ 800 EUROS PELA TORCIDA DO REAL MADRID
“4, 40, 400 OU 4.000 IDIOTAS NÃO PODEM PARAR O FUTEBOL”, AFIRMA PRESIDENTE DA FIFA SOBRE FINAL DA LIBERTADORES
CAPITÃO DO RIVER PLATE PODERÁ TER PROBLEMAS PARA ENTRAR NA ESPANHA POR CONTA DE PROBLEMAS JUDICIAIS, DIZ JORNAL