Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

UFC 232: Confira TODOS os resultados do card preliminar

O UFC 232 está sendo realizado neste sábado (29) em Los Angeles (EUA). Antes das emoções do card principal e de suas superlutas, o card preliminar aconteceu. E com a presença de um brasileiro.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Twitter Oficial UFC

 

Douglas D’Silva foi o brasileiro a entrar no octógono, enfrentando o russo Petr Yan. O peso-galo sofreu com a pressão do russo, que conectou melhor os golpes e o dominou no solo durante o segundo round. Antes do terceiro assalto, no entanto, não foi liberado para voltar e o russo conseguiu a vitória.

Outros momentos especiais do card preliminar foi a sexta derrota seguida de B.J. Penn, que caiu diante de Ryan Hall ao ser finalização em chave de calcanhar. E a vitória de Megan Anderson, que demorou apenas 61 segundos para vencer Cat Zingano.

O Torcedores.com mostra a você TODOS os resultados do card preliminar. Acompanhe aqui tudo sobre o card principal do UFC 232

Resultados card preliminar UFC 232 – Jones vs. Gustafsson 2

Walt Harris (EUA) venceu Andrei Arlovski (BLR) por decisão dividida dos jurados (duplo 29-28 e 27-30)

Megan Anderson (AUS) venceu Cat Zingano (EUA) por nocaute técnico (primeiro round, 1:01)

Petr Yan (RUS) venceu Douglas D’Silva (BRA) por nocaute técnico (interrupção do córner antes do terceiro round)

Ryan Hall (EUA) vence B.J Penn (EUA) por finalização/chave de calcanhar (primeiro round, 2:45)

Nathaniel Wood (ING) venceu Andre Ewell (EUA) por finalização/mata-leão (terceiro round, 4:12)

Uriah Hall (JAM) venceu Bevon Lewis por nocaute (terceiro round, 1:32)

Curtis Millender (EUA) vencey Siyar Bahadurzada (AFG) por decisão unânime dos jurados (duplo 29-28 e 30-27)

Montel Jackson (EUA) venceu Brian Kelleher (EUA) por finalização/D’Arce choke (primeiro round, 1:40)

(Divulgação/Twitter Oficial UFC