Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

A EA está decepcionada com as vendas de Battlefield V

De acordo com relatório divulgado pelo portal ‘Seeking Alpha‘ nesta quarta-feira (19) a EA (Electronic Arts) está decepcionada com as vendas de Battlefield V. O game chegou às lojas em 20 de novembro com controvérsia e sem um dos modos mais divulgados, o que poderá ter contribuído para o mal resultado.

Marcelo Faviere
Marcelo Faviere é formado em Comunicação Social: Jornalismo pela UAM. Fundador dos portais Insônia Pop (2012 a 2015) e Excêntrico Psicopata (2015 a 2016). Analista tático do Futebol na Veia (2016) e SCCP Scouts (2018). Entrou para a equipe de colaboradores do Torcedores em fevereiro de 2018, onde escrevia artigos, notícias e produzia entrevistas com personagens do cenário gamer e de e-Sports (esportes eletrônicos) no Brasil e no mundo. Saiu em dezembro do mesmo ano para adentrar o mundo corporativo. Neste meio tempo participou da equipe de colunistas do site de automobilismo Boletim do Paddock (2018). Atualmente está de volta ao Torcedores.com, onde começou a sua carreira de jornalista de games.

Crédito: Divulgação: DICE/EA

A Electronic Arts apresentou o seu mais recente relatório do ano, no qual descreve o lançamento e vendas de Battlefield V como “abaixo do esperado”.

Um dos maiores problemas surgiu logo no lançamento do jogo, pois, as informações da EA dizem que “Battlefield V” foi criticado pelos consumidores devido a uma ‘fraca representação’ da Segunda Guerra Mundial.

A editora acredita ainda que o jogo da DICE sofreu com a limitada campanha singleplayer vista no lançamento de BFV, pela ausência de missões cooperativas e especialmente com o atraso do battle royale – que deixou os jogadores frustrados.

‘BATTLEFIELD 5’: NOVO UPDATE IRRITA PARTE DOS PLAYERS E DICE VOLTA ATRÁS; ENTENDA

Os motivos para o baixo número de vendas de Battlefield V

• Battlefield V sofreu com as críticas dos fãs sobre a má representação da Segunda Guerra Mundial.

• A EA revisou as receitas líquidas de 2019; a perspectiva foi revisada de US$ 5,55 bilhões para US$ 5,20 bilhões.

• O modo singleplayer limitado, missões cooperativas não implementadas e o atraso do modo battle royale frustraram os jogadores.

• Todos os grandes varejistas atualmente têm o título à venda por 33% a 50% de desconto.

• Com as baixas vendas ainda previstas para janeiro de 2019, os preços de ações da empresa (EA) caem.

Ações da Electronic Arts caíram mais de 45% em 5 meses

acoes-electronic-arts-vendas de Battlefield V

Veja como se comportaram as ações da EA após o lançamento de BFV, em 20 de novembro. (Reprodução: YCharts)

Desde o pico em julho, as ações da Electronics Arts (EA) caíram mais de 45% e estabeleceram uma nova baixa de 52 semanas na segunda-feira (17).

No final de agosto, a empresa anunciou que adiaria o lançamento do jogo de outubro a novembro – “para oferecer a melhor experiência possível aos jogadores“. Juntamente com este anúncio, a poupança (reservas líquidas) para todo o ano foi reduzida em US$ 350 milhões.

Promoção e update cancelado após críticas dos fãs

'Battlefield 5' update vendas de Battlefield V

Reprodução: DICE

O jogo já se encontra em promoção e a EA acredita que registará menos receitas, além de vendas abaixo do esperado.

Além dos problemas citados, recentemente a EA cancelou as mudanças de um update, muito criticado pelos players.

Será que a EA vai superar essa ‘crise’ de BFV? Diga o que você acha nos comentários abaixo!

Battlefield V está disponível para PCXbox One e PS4.

Marcelo Faviere é colaborador do Torcedores. Siga-o no Twitter em @favieremark.

Via Eurogamer e Seeking Alpha.

LEIA MAIS

FIFA 19 – JOGADORES PEDEM QUE NOVO RECURSO SEJA REMOVIDO DO GAME

“FIFA 19”: BRASILEIRO @PRESENDE97 ENTRA NO TOP 10 DO RANKING MUNDIAL

VAZAMENTO REVELA O JOGO MAIS JOGADO DE PS4