Futebol

Werley faz balanço de 2018 no Vasco e projeta próxima temporada

Publicado às

Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Um dos reforços do Vasco no início da temporada 2018, o zagueiro Werley reconhece que o ano da equipe deixou a desejar e que em 2019 a regularidade precisa ser a marca cruzmaltina. O experiente defensor conviveu com lesões e mesmo sem estar 100% fisicamente foi titular na reta final do Brasileirão, ajudando o time a se salvar do rebaixamento. No jogo final contra o Ceará, ele evitou o gol que rebaixaria o clube.

“Foi uma temporada de altos e baixos para o clube, e não conseguimos manter uma regularidade. Oscilamos bastante desde o começo do ano. O Brasileiro é sempre um torneio difícil de se jogar. É indispensável em campeonatos desse tipo ser uma equipe regular. O mais importante foi manter o clube na Série A para fazer tudo diferente no ano que vem. Foi um grande alívio tudo que aconteceu na última rodada. Aquele corte eu vi algumas vezes, foi um lance muito importante da partida, comemorei como se fosse um gol. Se a bola entrasse, poderia mudar totalmente o destino da partida e do clube”, afirmou Werley, em entrevista ao site oficial do Vasco.

O zagueiro lamentou os problemas médicos sofridos durante a temporada, mas mostrou felicidade por ter conseguido terminar o ano bem.

“Quando estava atravessando meu melhor momento, tive um problema no braço e fiquei quase cinco meses sem atuar. Logo depois, no primeiro jogo após retorno, acabei quebrando o pé. Foi uma falta de sorte, pode acontecer com qualquer atleta, mas infelizmente aconteceu comigo. Graças a Deus consegui terminar a temporada bem, ajudando o Vasco e os meus companheiros, mesmo não estando 100% fisicamente. As lesões me atrapalharam muito, não consegui em nenhum momento ter ritmo de jogo e uma sequência, mas foi gratificante terminar da forma que foi. Tenho certeza que 2019 será um ano muito importante para mim e para o clube”, declarou o camisa 34, que em seguida fez promessas ao torcedor vascaíno.

“O torcedor pode ter certeza que a próxima temporada será totalmente diferente dessa de 2018. O Vasco precisa estar brigando por títulos, por coisas grandes, até para deixar o torcedor feliz e empolgado. Vamos trabalhar muito aqui dentro para que o ano de 2019 seja especial para todos. Estamos empenhados nessa missão e contamos com o apoio da torcida. Ela vai ser muito importante, assim como foi nessa reta final do Brasileiro. Vamos procurar fazer uma temporada que represente a grandeza do clube e da torcida vascaína”, disse o defensor, que mostrou otimismo em relação à próxima temporada.

“A expectativa é melhor possível. Vou trabalhar muito e me dedicar bastante para ter uma sequência, poder me firmar de vez no clube e dar alegrias ao torcedor. Eu tenho gostado muito do clube. O que a torcida fez nos jogos importantes dentro de casa só fez crescer minha vontade e meu carinho pelo clube. O Vasco é um gigante do futebol brasileiro e mundial. A temporada de 2018 não foi das melhores, mas teremos uma nova oportunidade para fazer diferente e ficar marcado na história desse clube”, concluiu o experiente atleta, que disputou apenas 23 jogos em sua primeira temporada na Colina.

VEJA TAMBÉM:

Luiz Gustavo rebate Campello, garante ter dado resposta sobre oferta e diz que deseja ficar no Vasco 

Veja o adversário do Vasco na estreia da Copa do Brasil