“A responsabilidade é muito grande”, afirma Xandão em sua apresentação no Bahia

Apresentado no Bahia, Xandão fala em sua primeira entrevista sobre concorrência que irá enfrentar e da amizade com jogador Yuri.

Tathiane Marques
Colaboradora do Torcedores.com, são-paulina e admiradora do EC Bahia.

Foto: Divulgação/EC Bahia

Na última quinta-feira (23), juntamente com o meio-campista Fernando Medeiros, o zagueiro Xandão, de 28 anos, ex- CSA também teve seu anúncio oficial pelo Bahia.

O jogador assinou um contrato até maio de 2019 e chega pra fortalecer o elenco que já conta com cinco zagueiros; Jackson, Lucas Fonseca, Ernando, Ignácio, Everson e Jaques.

Xandão chega ao clube com total compreensão de que conseguir a titularidade não será uma tarefa nada fácil, em sua primeira entrevista como jogador do Bahia, o defensor fala sobre a concorrência e ainda citou com admiração a história construída por Tiago no time, emprestado ao Lanús, da Argentina.

” São grandes jogadores que compõem a defesa. A gente tem um respeito muito grande, inclusive fiquei feliz por aprender com jogadores experientes  […] A gente sabe da história linda que o Tiago tem aqui, da responsabilidade de vestir essa camisa, criar uma história aqui. A responsabilidade é muito grande, mas também muita felicidade de trilhar esse caminho”, disse.

A alegria em vir para o Esquadrão de Aço se dá também pelo fato do reencontro com o volante Yuri, companheiro de equipe no CSA  na temporada passada e como não seria diferente não poupou elogios ao atleta.

“Falar do Yuri é muito fácil. Até no CSA era um dos meus melhores amigos, mais chegado. Acabou coincidindo de eu vir para cá e ele retornar. Poder trabalhar com ele de novo é muito importante. Brinco que ele me ajudava tanto dentro de campo e eu pude retribuir com a amizade. Ficaria muito mais feliz se a gente aqui conseguir os objetivos nesse ano”, declarou.

Em seu histórico Xandão tem passagens pelo Guarujá e pelo Independente de Limeira, chegou no time alagoano em 2016, mas após quatro jogos foi emprestado para o Clube Desportivo das Aves, de Portugal.

Em terras Lusitanas, o defensor também atuou pelo UD Oliveirense, foram 18 partidas e um gol marcado, já com seu retorno ao CSA atuou em 38 jogos e foi uma das peças importantes para a conquista do acesso a Série A.

LEIA MAIS:

“Ele vem com o DNA do Bahia, com amor à camisa”, diz presidente do Bahia sobre Fernandão

Fernandão avalia possibilidade de formar dupla de ataque com Gilberto no Bahia